Usam meu nome como massa de manobra, diz Marília Arraes sobre PT

Deputada desautorizou partido a lançar candidatura ao Senado e relatou conversas com lideranças de Pernambuco

Publicado segunda-feira, 21 de março de 2022 às 13:39 h | Atualizado em 21/03/2022, 13:39 | Autor: Da Redação
Apesar da ruptura com o PT, deputada reafirmou apoio a Lula
Apesar da ruptura com o PT, deputada reafirmou apoio a Lula -

Em comunicado divulgado, a deputada federal Marília Arraes (PT-PE) criticou o partido, ao expressar sua insatisfação em ser apontada como pré-candidata ao Senado. A parlamentar acusou a legenda de usá-la como "massa de manobra" e reclamou que não foi consultada sobre o arranjo, o que sinalizaria “descuido” e “uma precipitação sem limites”. 

“Não autorizei que envolvessem o meu nome em qualquer negociação, menos ainda que tornassem público, como se fossem os senhores do meu destino”, disse Marília, ao lembrar ainda do acordo de cúpula que vetou sua candidatura ao governo pernambucano em 2018. 

De acordo com a petista, o partido também tentou inviabilizar sua candidatura à prefeitura do Recife em 2020, o que teria ajudado na vitória de seu primo, João Campos (PSB), seu adversário político.

Ainda no comunicado, Marília relatou conversas com lideranças de Pernambuco e informou que deve anunciar nos próximos dias seus próximos passos. Ela reiterou, independentemente do futuro político, seu apoio “incondicional” à campanha de Lula (PT) para a Presidência da República. Lula estaria decidido a se reunir com Marília para tentar evitar sua saída do PT.

Publicações relacionadas