Cancelamento do Réveillon era esperado, diz presidente de comissão de eventos

Publicado segunda-feira, 29 de novembro de 2021 às 18:36 h | Atualizado em 29/11/2021, 18:38 | Autor: Rodrigo Aguiar

Presidente da Comissão de Acompanhamento da Retomada dos Eventos, o vereador Cláudio Tinoco (DEM) afirmou que já esperava o cancelamento do Festival Virada Salvador, anunciado nesta segunda-feira, 29, pelo prefeito Bruno Reis.

Por este motivo, acrescenta Tinoco, a própria comissão especial da Câmara de Salvador não debatia sequer a realização da festa de Réveillon na capital, concentrando a discussão na viabilidade do Carnaval.

"Uma decisão esperada. O prefeito já havia informado que encontrava inviabilidade de patrocínio para fazer o festival da maneira como é originalmente, um evento de cinco dias. Acho que ele levou até o prazo limite [para anunciar]. Já conversávamos a esse respeito, e havia uma corrente muito forte pela não realização, enquanto um pequeno grupo defendia a festa apenas no dia 31", disse o vereador.

"Tanto é assim que, na comissão especial, nós não tratamos sobre o Réveillon. Não foi debatido nas três audiências públicas que realizamos", completou.

O presidente da comissão reconheceu que o cancelamento do festival da virada do ano pode ser um prenúncio da decisão sobre o Carnaval, que deve ser anunciada após reunião entre o governador Rui Costa e o prefeito. "Esse anúncio [sobre o Réveillon] está em um momento em que há uma pressão grande, por causa de uma nova cepa [do coronavírus], e novas restrições, por enquanto fora do país", declarou Tinoco.

Na última quarta, 24, em São Paulo, o vereador se reuniu com Alexandre Modonezi, secretário municipal das subprefeituras da capital paulista, que coordena a organização do Carnaval, com 867 pedidos de desfiles de blocos, dos quais 440 já autorizados pela administração municipal. A confirmação da festa de rua depende da situação da pandemia, mas a prefeitura paulistana tem sinalizado que, se mantidos os índices atuais, o Carnaval será realizado. A programação do Réveillon em São Paulo também está mantida, até então.

Publicações relacionadas