CPI da Covid ouve neste quarta o ex-governador do Rio, Wilson Witzel

Publicado quarta-feira, 16 de junho de 2021 às 09:35 h | Atualizado em 16/06/2021, 11:02 | Autor: Da Redação

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid ouve, nesta quarta-feira, 16, o ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel, a partir das 9h. Na terça-feira, 15, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Nunes Marques havia deferido um pedido de habeas corpus de Witzel, desobrigando o ex-governador de comparecer à CPI.

De acordo com essa decisão, caso Witzel decida depor, ele poderá ficar calado e não precisa prestar juramento de dizer a verdade. O Senado já recorreu de recente decisão similar da ministra Rosa Weber, que beneficiou o governador do Estado do Amazonas, Wilson Lima — ele acabou por não comparecer ao depoimento que estava agendado na semana passada.

O vice-presidente da comissão, senador Randolfe Rodrigues (Rede), e o senador Alessandro Vieira (Cidadania) são autores dos requerimentos de convocação de Witzel, que em setembro do ano passado sofreu impeachment e foi afastado, por 65 votos favoráveis e nenhum contrário, pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Entre os motivos para a convocação de Witzel, Randolfe aponta uma série de denúncias de que o ex-governador se beneficiou de um esquema de corrupção no início da pandemia.

Confira a transmissão ao vivo do depoimento:

Publicações relacionadas