Desembargador nega habeas corpus a ex-prefeitos de Eunápolis e Porto Seguro

Publicado quarta-feira, 16 de junho de 2021 às 12:58 h | Atualizado em 16/06/2021, 12:59 | Autor: Redação

O pedido de habeas corpus apresentado pela defesa  dos ex-prefeitos de Eunápolis, Robério Oliveira (PSD), e Porto Seguro, Claudia Oliveira (PSD), foi negado pelo desembargador Cândido Ribeiro do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1).

Cláudia e Robério foram presos na última terça-feira, 15, após serem conduzidos para prestar depoimentos no âmbito da Operação Fraternos, que investiga o desvio de recursos públicos destinados para a educação nos municípios.

De acordo com apuração do Ministério Público Federal, Robério e Cláudia seriam os líderes da organização criminosa que pode ter desviado mais de 200 milhões entre 2009 e 2017 através de fraude em 33 licitações.

Além dos dois, a Justiça determinou também a prisão de outras quatro pessoas incluindo o ex-vice prefeito de Porto Seguro, o Beto Axé Moi. O prefeito de Santa Cruz Cabrália, Agnelo Santos, que é irmão de Cláudia, foi afastado das suas atividades no município por 180 dias.

Publicações relacionadas