DF: promotores militares recomendam proibição expressa à participação de PMs em atos

Publicado quinta-feira, 02 de setembro de 2021 às 15:36 h | Atualizado em 02/09/2021, 15:45 | Autor: Da Redação

Em ofícios enviados à Secretaria de Segurança Pública e ao comando da Polícia Militar do Distrito Federal, promotores militares recomendam que seja expressamente proibida a participação de policiais da ativa nos atos a favor do presidente Jair Bolsonaro do dia 7 de setembro, segundo a coluna Painel, da Folha.

Eles também defendem que, em caso de descumprimento, sejam instaurados procedimentos apuratórios. E pedem que todo o efetivo operacional da PM do DF seja colocado de prontidão no dia 7 de setembro.

A recomendação é dos promotores Nísio Edmundo Tostes Ribeiro Filho, Paulo Gomes de Sousa Júnior e Flávio Augusto Milhomem.

Segundo estudo do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, 48% dos policiais militares brasileiros da ativa ou da reserva com perfis em redes sociais interagiram com páginas de conteúdo bolsonarista entre janeiro e agosto deste ano.

Publicações relacionadas