A TARDE/Potencial Pesquisa: candidatos x preferências do eleitorado

Publicado quinta-feira, 01 de outubro de 2020 às 06:02 h | Atualizado em 30/09/2020, 23:07 | Autor: Rodrigo Aguiar

Os dados do levantamento A TARDE/Potencial Pesquisa apontam para uma preferência do eleitorado feminino, mais jovem e de menor renda pela candidatura de Zé Raimundo (PT) na disputa contra Herzem Gusmão (MDB).

Candidatos têm nichos diferenciados

No recorte por gênero, emedebista e petista estão empatados entre os homens, com 34% e 33%, respectivamente. Entre as mulheres, entretanto, há vantagem de Zé Raimundo, por 34% a 24%. As mulheres são 54% do eleitorado de Vitória da Conquista.

Quando se observa a faixa etária, Zé Raimundo é o preferido dos conquistenses que têm até 44 anos de idade. A partir dos 60 anos, a vantagem é de Herzem.

Na faixa entre os 45 e 59 anos, que representa 25% do eleitorado da cidade, há empate entre os dois.

No segmento entre 25 e 44 anos, equivalente a 45% do eleitorado, Zé Raimundo lidera por 37% a 26%.

O petista também tem vantagem no grupo entre os 16 e 24 anos, com 39% das intenções de voto contra 26% de Herzem. O atual prefeito inverte a situação entre os entrevistados mais velhos, vencendo Zé Raimundo por 36% a 23%. Os mais jovens são 13% do eleitorado do município e os mais velhos, 17%.

Quando se aplica o recorte por renda, Zé Raimundo supera Herzem entre aqueles que recebem até dois salários mínimos, com 36% e 22% das intenções de voto, respectivamente. No grupo que ganha entre dois e cinco salários mínimos, há empate técnico, com 33% para o emedebista e 31% para o petista.

Já entre os que têm renda acima de cinco salários mínimos, Herzem tem vantagem, por 41% a 32%.

Diretor da Potencial Pesquisa, o estatístico e especialista em marketing eleitoral Zeca Martins afirma que tais dados podem ser úteis à elaboração de estratégias pelas campanhas e especula que os números podem ser influenciados pelo fato de Herzem ter sua imagem mais ligada ao presidente Jair Bolsonaro.

Martins ressalta, porém, que análises qualitativas precisariam ser adotadas para se aprofundar a respeito do assunto e traçar hipóteses mais bem sustentadas.

"Os mais jovens têm a tendência de votar no Zé Raimundo, e os mais velhos, no Herzem. A gente pode estar falando de mulheres um pouco mais jovens, e de como o discurso do Bolsonaro impacta nisso. Será que essas mulheres mais jovens estão repelindo um pouco a candidatura do Herzem por causa disso? São aspectos bem diferentes, mas que a gente só pode identificar com outro tipo de pesquisa", afirma Zeca Martins.

Região

Na divisão territorial, três dos sete candidatos só pontuaram na sede do município. Foram eles Maris Stella (Rede), Cabo Herling (PSL) e Professor Ferdinand (PSOL). Romilson Filho (PP), por sua vez, só pontuou nos distritos.

Entre os entrevistados na sede, Zé Raimundo teve 34% das intenções de voto, contra 29% de Herzem e 9% de David Salomão (PRTB). A candidata da Rede obteve 2%, mesmo índice do postulante do PSL.

O candidato do PSOL teve 1%. Foram 15% de indecisos e 7% responderam que iriam votar em branco ou nulo.

Já nos distritos, Zé Raimundo e Herzem apareceram com 28%, cada um.

Salomão e Romilson também empataram, em 5%. Os indecisos somaram 22% e outros 10% informaram voto em branco ou nulo.

Publicações relacionadas