Bolsonaro volta a convocar apoiadores para atos do 7 de setembro

O presidente tem tentado transformar as comemorações do bicentenário da independência do Brasil em um ato eleitoral da sua campanha

Publicado sábado, 06 de agosto de 2022 às 15:15 h | Atualizado em 06/08/2022, 15:43 | Autor: Da Redação
Em Recife, Bolsonaro participa de motociata e "Marcha para Jesus"
Em Recife, Bolsonaro participa de motociata e "Marcha para Jesus" -

Durante motociata e participação da “Marcha para Jesus” que aconteceu no Recife neste sábado, 6, o presidente Jair Bolsonaro (PL), voltou a convocar os seus apoiadores para os atos de comemoração do 7 de setembro.

“Hoje, temos um presidente que tem orgulho de dizer que acredita em Deus, que respeita os seus militares e seus policiais, que defende a família. E que deve lealdade ao seu povo. Mas nós temos algo tão ou mais importante que a nossa vida: a nossa liberdade. E a grande demonstração disso, eu peço a vocês, que seja explicitada no próximo dia 7 de setembro”, discursou.

O presidente durante o discurso confirmou também que estará em Brasília durante o tradicional desfile das Forças Armadas na capital brasileira. Disse, ainda, que à tarde, participará de um evento organizado por apoiadores.

“Estarei às 10h da manhã em um grande desfile militar e, às 16h, no Rio de Janeiro. Esse movimento não é político, não é de A, nem de B, nem de C, é um movimento do povo brasileiro que não abre mão da sua liberdade, que defende liberdade à sua democracia”, declarou.

Bolsonaro está querendo transformar as comemorações do bicentenário da independência do Brasil em um ato eleitoral da sua campanha. No fim de julho, na convenção que oficializou a candidatura de Tarcísio de Freitas ao governo de São Paulo, Bolsonaro anunciou: “Às 16h [do dia 7 de setembro], nossas Forças Armadas estarão desfilando na Praia de Copacabana ao lado de nosso povo”.

Publicações relacionadas