Grupo A TARDE entrevista pré-candidatos ao Governo do Estado

Parceria com a TV Alba vai possibilitar a publicação de entrevistas com postulantes a governador a partir desta quinta

Publicado segunda-feira, 04 de julho de 2022 às 20:30 h | Atualizado em 04/07/2022, 22:11 | Autor: Alan Rodrigues
Os cinco pré-candidatos ao governo estadual serão entrevistados sempre às quintas-feiras
Os cinco pré-candidatos ao governo estadual serão entrevistados sempre às quintas-feiras -

O Grupo A TARDE abre nesta quinta-feira, 7, a série de entrevistas com pré-candidatos ao governo estadual. Em parceria com a emissora da Assembleia Legistativa (TV Alba), o projeto “Sabatinas Eleições 2022” tem a condução do experiente jornalista Jefferson Beltrão, diretor da Rádio A TARDE FM. As sabatinas serão publicadas na mesma data no jornal impresso e no Portal A TARDE.

A iniciativa se soma à série de entrevistas inaugurada na segunda-feira, 4, com os pré-candidatos ao Senado, conduzida pelo colunista de A TARDE, Oswaldo Lira. O primeiro entrevistado foi Cacá Leão (PP) e, nas próximas segundas-feiras, serão ouvidos Otto Alencar (PSD), Raissa Soares (PL) e Tâmara Azevedo (PSOL).

O primeiro entrevistado entre os postulantes ao governo é o pré-candidato do PSOL, Kleber Rosa. A entrevista será exibida na quinta, 7, às 17h.  Jefferson Beltrão também será responsável pela versão em texto de cada entrevista, que terá duração de 30 minutos.

“O propósito é apresentar o candidato para o público, as propostas de governo, o que não significa que não possa entrar no âmbito da política”, explica Beltrão, que defende a equidistância em relação a todos os candidatos.

“Não existe o objetivo de colocá-los em saia justa nem constranger, é para se apresentar e defender seus pontos de vista com liberdade”, afirma o jornalista, que já explora esse formato na programação da TV Alba, no programa “Direto do legislativo”. O apresentador comemora mais uma dobradinha com o Grupo A TARDE.

“Em primeiro lugar, é louvável essa parceria do Grupo A TARDE com TV Alba, que já vem sendo colocada em prática há algum tempo e vem com único propósito de contribuir no esclarecimento de dúvidas e fortalecimento da cidadania nesse momento que é histórico no nosso processo eleitoral. A gente ganha com isso, eleitor, veículos ganham com isso. Não há nenhuma disposição de privilegiar esse ou aquele candidato, para que a gente mantenha nossa isenção, nosso respeito à sociedade”, destaca o jornalista.

A entrevista que inaugura a série de sabatinas apresenta Kleber Rosa, que estreia na disputa eleitoral neste ano. Ele é cientista social graduado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), professor de Sociologia da Rede Estadual de Ensino, investigador da Polícia Civil da Bahia há 22 anos, fundador do Movimento dos Policiais Antifascismo e ativista do movimento negro.

Atualmente, é diretor da Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado da Bahia (FETRAB), Secretário de Comunicação do PSOL e dirigente nacional também do Partido Socialismo e Liberdade.

As sabatinas têm sequência, sempre às quintas-feiras, até o dia 4 de agosto. Outros quatro pré-candidatos serão entrevistados. A ordem ainda será definida de acordo com a agenda dos candidatos e a disponibilidade para as gravações. Fazem parte dessa lista o pré-candidato do PT, Jerônimo Rodrigues, João Roma, postulante do PL, ACM Neto, do União Brasil, e Giovani Damico, do  PCB.

Candidatos ao governo do estado
Candidatos ao governo do estado |  Foto: Divulgação
 

Perfis

Jerônimo Rodrigues, 57 anos, é engenheiro agrônomo e professor da Universidade Estadual de Feira de Santana. Responsável pelos Programas de Governo Participativo do governador Rui Costa nas eleições de 2014 e 2018, Jerônimo Rodrigues elaborou propostas que se tornaram marcos da gestão do PT no Governo da Bahia, a exemplo das Policlínicas Regionais de Saúde, do Programa Primeiro Emprego e de diversos programas de assistência estudantil.

Jerônimo foi secretário estadual do Desenvolvimento Rural entre 2015 e 2019, e da Educação, entre 2019 e 2022. Na gestão do ex-governador Jaques Wagner (PT), Jerônimo foi assessor especial da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação e, no Governo Federal, foi secretário Executivo Adjunto do Ministério do Desenvolvimento Agrário e Secretário Nacional do Desenvolvimento Territorial durante a gestão da presidente Dilma Rousseff.

O ex-ministro da Cidadania João Roma é formado em Direito. Foi chefe de gabinete na Prefeitura de Salvador, no período de 2013 a 2018, na gestão de ACM Neto. Pernambucano, foi presidente do PFL Jovem de Pernambuco em 1993.

Também foi assessor do governo de Pernambuco entre os anos de 1991 e 1994 e assessor do Ministério da Administração de 1995 a 1998, além de delegado do Ministério da Cultura para o Nordeste entre 1999 e 2002 e chefe do escritório da Agência Nacional de Petróleo (ANP) em Salvador, no período de 2002 a 2004.

ACM Neto, ex-prefeito de Salvador, foi deputado federal por três mandatos, de 2003 a 2013. Mas, sua primeira experiência na gestão pública foi em 1999, quando foi nomeado assessor da secretaria de segurança pública, aos 20 anos.

Neto de Antônio Carlos Magalhães, foi eleito duas vezes prefeito da capital, governando de 2013 a 2020. Se projetou no cenário nacional, tornando-se presidente nacional do DEM e, posteriormente, Secretário-geral do União Brasil, partido nascido da fusão com o PSL, legenda pela qual se elegeu o presidente Jair Bolsonaro. Em 2020, elegeu o sucessor, Bruno Reis.

Giovani Damico, do Partido Comunista Brasileiro (PCB) é professor da rede estadual, secretário político do PCB/Ba, foi candidato a vereador de Salvador em 2020 pelo partido, do qual é militante desde 2015. Nascido em Santa Cruz das Palmeiras-SP, vive em Salvador desde a infância e completa 30 anos em Setembro, a idade mínima para concorrer ao cargo. Apesar de sua vinculação partidária, é colaborador do mandto do deputado estadual Hilton Coelho (PSOL).

Publicações relacionadas