Moro anunciará candidatura ao Senado pelo Paraná na próxima semana

Ex-juiz aparece atrás de Álvaro Dias (Podemos) nas pesquisas

Publicado sexta-feira, 08 de julho de 2022 às 10:48 h | Atualizado em 08/07/2022, 10:48 | Autor: Da Redação
Moro tentou se eleger por São Paulo, mas teve a sua mudança de domicílio eleitoral negada
Moro tentou se eleger por São Paulo, mas teve a sua mudança de domicílio eleitoral negada -

Antes colocado como presidenciável, Sérgio Moro perdeu espaço após uma sequência de problemas antes da sua filiação ao União Brasil. Agora, ele deve oficializar a sua candidatura ao Senado, pelo estado do Paraná, na próxima semana, mais precisamente na terça-feira, 12. A oficialização deve acontecer em Curitiba. 

Em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo, o ex-ministro da Justiça afirmou que irá evitar antecipar a decisão que será anunciada, mas confirmou que a disputa pela cadeira no Senado é uma possibilidade. "Será divulgado na terça. Senado é uma possibilidade", pontuou Sérgio Moro. Integrantes do União Brasil confirmaram a candidatura. 

Moro tentou se eleger por São Paulo, mas teve a sua mudança de domicílio eleitoral no estado negada pela Justiça, já que ele apenas mantém um apartamento sem uso. Com isso, sobrou o Paraná, onde ele irá disputar com o seu aliado Álvaro Dias, que lidera as pesquisas (Podemos).  senador, que busca reeleição, tem a seu favor 31% das intenções de voto, ante 24% do ex-magistrado. 

A sua esposa, Rosângela Moro (União Brasil), sua esposa, anunciou que pretende concorrer a uma vaga de deputada federal por São Paulo. A informação foi revelada pela advogada ao jornal O Globo.

Segundo o calendário eleitoral, os partidos têm de 20 de julho a 5 de agosto para realizar as convenções que definirão o nome dos candidatos para as eleições de outubro. Oficialmente, a campanha eleitoral só terá início em 16 de agosto. As propagandas no rádio e na TV começam no dia 26 do mesmo mês.

Publicações relacionadas