Roma rebate informação de que teria que desistir da candidatura

Deputado federal reafirma candidatura ao governo baiano e diz que não é verdade que Bolsonaro apoiará ACM Neto

Publicado segunda-feira, 23 de maio de 2022 às 15:48 h | Atualizado em 23/05/2022, 15:57 | Autor: Da Redação
Deputado federal João Roma ao lado do presidente Jair Bolsonaro
Deputado federal João Roma ao lado do presidente Jair Bolsonaro -

O pré-candidato do PL ao governo estadual, o deputado federal João Roma (PL) rebateu as informações de que o presidente Jair Bolsonaro daria fim a candidatura do seu ex-ministro da Cidadania para apoiar o ex-prefeito de Salvador ACM Neto (União Brasil) na corrida eleitoral para o Palácio de Ondina nas eleições deste ano.

“Não corresponde aos fatos o que vem sendo veiculado na imprensa de que minha pré-candidatura estaria sendo avaliada pelo presidente Bolsonaro. A notícia plantada revela apenas à vontade de quem se sente ameaçado pelo crescimento da minha pré-candidatura, que continua firme e forte ao lado do presidente Bolsonaro”, diz Roma sobre os boatos de retirada de sua pré-candidatura.

O parlamentar argumentou ainda que o presidente Bolsonaro sequer foi ouvido sobre o assunto. “Não se lê uma aspa dele. Falam por ele, quando sabemos que não é de seu feitio terceirizar suas posições”.

Roma aproveitou ainda para alfinetar Neto, declarando que o ex-prefeito de Salvador está em clima de “já ganhou” por causa das pesquisas que o mostram à frente dos outros candidatos na disputa eleitoral.  “Só se vence eleição, disputando-a e depois de contabilizado o último voto. Mas tem gente que acha possível ser de outra forma. Ser eleito pelas pesquisas antes de outubro. Não tem coragem de enfrentar o que foge ao seu controle: a vontade do povo da Bahia”.

Publicações relacionadas