Rui Costa crê em polarização nas eleições de 2020: “Vai ser um divisor de águas”

Publicado segunda-feira, 25 de novembro de 2019 às 08:54 h | Atualizado em 25/11/2019, 08:57 | Autor: Aparecido Silva

O governador Rui Costa (PT) afirma que prioriza a gestão, mas não vai deixar de se envolver nas articulações para as eleições municipais no ano que vem. Líder do grupo que integra partidos como PT, PSD, PP, PSB, PDT, PL, PCdoB, entre outros, Rui Costa prevê um pleito polarizado entre os modelos de governo do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) e do ex-presidente Lula (PT).

“Em um país sem proposta de futuro, não vamos a lugar nenhum. É bom deixar claro que teremos uma oportunidade em 2020 de comparar os momentos que o país já viveu. Precisamos mostrar quem são as pessoas aliadas ao atual governo e quem são as pessoas que defendem o outro Brasil. Vamos mostrar que um outro país é possível”, disse o chefe do Executivo em entrevista à rádio Metrópole FM na manhã desta segunda-feira, 25.

Para o petista, as eleições municipais serão um momento de separação do joio do trigo. “2020 vai ser um divisor de águas entre quem defende o preconceito, o racismo, a violência, a divisão entre as regiões e quem defende o desenvolvimento, prioridade sobre educação, saúde”, comparou o petista.

Publicações relacionadas