"Fique em casa", recomenda Mandetta, ao sugerir protestos contra Bolsonaro em outra data

Publicado segunda-feira, 06 de setembro de 2021 às 16:26 h | Atualizado em 06/09/2021, 16:29 | Autor: Rodrigo Aguiar

Ex-ministro da Saúde e citado como possível presidenciável, Luiz Henrique Mandetta (DEM) recomendou às pessoas contrárias ao governo Bolsonaro que fiquem em casa nesta terça-feira, 7. Diversos atos contra e a favor do presidente estão programados para ocorrer neste 7 de setembro em diversas cidades, inclusive em Salvador.

Ex-aliado de Bolsonaro, Mandetta aconselhou que os contrários ao governo saiam às ruas em outra data para evitar possíveis confrontos. Os movimentos MBL e Vem pra Rua convocaram para o próximo domingo, 12, um ato pelo impeachment de Bolsonaro.

"Neste 7 de setembro, fique em casa. Tudo que Bolsonaro quer é que alguém saia ferido, para justificar uma escalada autoritária. Se você quer protestar contra Bolsonaro, como eu vou, vá às ruas em outra data. Não seja instrumento de políticos que semeiam o caos. Você merece mais", escreveu o ex-ministro no Twitter.

Publicações relacionadas