Morte de Major Olímpio pressiona instalação da CPI da Covid-19 no Senado

Publicado sexta-feira, 19 de março de 2021 às 08:14 h | Atualizado em 19/03/2021, 08:56 | Autor: Redação

A morte do Major Olimpio (PSL-SP), terceiro senador vítima da Covid-19 desde o início da pandemia, aumentou a pressão para a abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que irá investigar a atuação do governo Jair Bolsonaro durante a pandemia.

Em entrevista para a CNN, o senador Nelsinho Trad (PSD-MS) confirmou a movimentação. "A morte de um senador da República por Covid-19 remete ao aumento da temperatura e da tensão no Congresso Nacional. Isso é indiscutível. Com certeza as cargas vão se voltar para poder se instalar essa CPI", disse.

Ainda de acordo com a CNN, os parlamentares admitiram que há pouca expectativa de mudança na gestão da pandemia pelo presidente e que mesmo lideranças alinhadas com o governo articulam alternativas como a criação de um grupo de trabalho integrado por representantes do Judiciário e do Ministério Público.

"É óbvio que a responsabilidade do distanciamento é fundamental. Termos um compromisso com a vida e a segurança da vida do próximo. Esperamos que todos possam compreender a gravidade que o Brasil vem enfrentando, para que possamos salvar vidas", disse o líder do MDB no Senado, Eduardo Braga (AM).

"O problema não é o ministro da Saúde, é a condução do enfrentamento da pandemia. Estamos nesse atoleiro sanitário por conta da omissão e negacionismo do governo e do presidente na aquisição de vacinas", afirmou o líder da oposição no senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Publicações relacionadas