PM revistará manifestantes dos atos de 7 de setembro em São Paulo

Publicado segunda-feira, 06 de setembro de 2021 às 15:04 h | Atualizado em 06/09/2021, 15:06 | Autor: Da Redação

A Polícia Militar de São Paulo informou que pretende revistar os participantes dos atos contra e a favor do presidente Jair Bolsonaro nesta terça-feira, 7.

Será proibido o porte de objetos que possam, de alguma maneira, causar ferimentos. Entre os itens proibidos, estão armas brancas e de fogo, bastões, fogos de artifício, sinalizadores e drones.

Além disso, carros de som e veículos que serão usados nas manifestações deverão ser fiscalizados previamente e só terão acesso aos locais dos atos com aprovação do Comando de Policiamento de Trânsito.

O efetivo será reforçado com aproximadamente 3,6 mil policiais militares durante os protestos na capital paulista. Também haverá uma equipe de mediadores da polícia —agentes com cursos de gerenciamento de crises para facilitar a comunicação da PM com os manifestantes.

Manifestantes contra o presidente Jair Bolsonaro irão se reunir pela tarde no Vale do Anhangabaú, enquanto apoiadores do governo deverão ocupar a Avenida Paulista no mesmo turno.

Publicações relacionadas