adblock ativo

PSB baiano decide apoiar Dilma; Eliana vai de Aécio

Publicado sexta-feira, 10 de outubro de 2014 às 07:41 h | Atualizado em 21/01/2021, 00:00 | Autor: Rodrigo Aguiar
Lídice disse que a candidatura dela ficou "imprensada" diante da "polarização entre DEM e PT"
Lídice disse que a candidatura dela ficou "imprensada" diante da "polarização entre DEM e PT" -
adblock ativo

Membros da Executiva estadual do PSB decidiram nesta quinta-feira, 9, por maioria, apoiar a reeleição de Dilma Rousseff (PT), enquanto a direção nacional da sigla está com Aécio Neves (PSDB).  Participaram  do encontro, ocorrido na sede da sigla, deputados eleitos, vereadores e lideranças políticas.

Muitos integrantes do partido, como o vereador de Salvador Silvio Humberto, já haviam anunciado, antes da decisão conjunta, que pediriam voto para a petista.
Presidente do PSB na Bahia, a senadora Lídice da Mata, que concorreu ao governo da Bahia, já havia declarado que não apoiaria o candidato do PSDB, Aécio Neves, na disputa do segundo turno presidencial.

"Nacionalmente, o meu partido decidiu por esse apoio, mas, também, ficou deliberado que seriam respeitadas as especificidades de cada estado", afirmou Lídice em sua página no Facebook, um dia antes da reunião.

Ontem, Lídice apresentou a proposta de apoiar o PT, ao qual se contrapôs durante a campanha para o governo estadual. Ela se apresentava como a "terceira via" à polarização entre DEM e PT e criticou a estratégia "difamatória" petista contra a candidata do PSB à Presidência, Marina Silva.

Eliana com Aécio

Antiga companheira de chapa de Lídice, a  ex-ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Eliana Calmon - que disputou o Senado pelo PSB - afirmou que seguirá a decisão da Executiva nacional do partido, que firmou apoio a Aécio. Na reunião da Executiva nacional, Lídice se posicionou a favor da neutralidade, junto com outros seis integrantes da legenda.

"Vou  seguir ambos os partidos: tanto o PSB nacional como a Rede Sustentabilidade, que tomaram a posição de apoiar Aécio", disse Eliana, que confirmou, caso o tucano venha à Bahia, sua disposição em subir no palanque do presidenciável.

Questionada se também apoiaria o candidato de outras formas - com a gravação de depoimentos, por exemplo - disse não saber. "Ainda não tenho ideia", afirmou a ex-ministra do STJ.

Após reunião de dirigentes, a Rede Sustentabilidade, movimento ligado a Marina Silva, orientou seus militantes a votarem em Aécio, branco ou nulo. A candidata à Presidência pelo PSB, porém, ainda não se posicionou sobre o assunto.

Pouco antes de participar da reunião da Executiva estadual do PSB, o secretário-geral do PSB baiano, Domingos Leonelli, disse não ter nada "pessoal" contra Aécio. "Até sou simpático a ele. A questão é política. Temos muita dificuldade em apoiar quem é  representado na Bahia por ACM Neto, Imbassahy, Paulo Souto", explicou Leonelli.   Segundo ele, este grupo político "perseguiu" o governo de Lídice, quando ela esteve à frente da prefeitura de Salvador.

adblock ativo

Publicações relacionadas