Políticos de todo o país lamentam a morte de Major Olimpio

Publicado quinta-feira, 18 de março de 2021 às 17:34 h | Atualizado em 18/03/2021, 17:43 | Autor: Da Redação

A notícia da morte cerebral do senador Major Olimpio, na tarde desta quinta feira, 18, levou políticos de todo o Brasil a compartilharem mensagens de pesar nas suas redes sociais. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), divulgou decretou luto oficial de 24 horas. "As sinceras condolências do Parlamento Brasileiro à família, amigos e a todos os paulistas".

O presidente nacional do Democratas, ACM Neto também lamentou.“O parlamento brasileiro perdeu um integrante que sempre lutou pelos seus ideais. Que Deus dê muita força aos familiares e amigos do senador neste momento de profunda tristeza”, afirmou ACM Neto.

Para a deputada Professora Dayane Pimentel, presidente do PSL na Bahia, disse que a morte precoce do senador Major Olímpio é uma perda irreparável, ainda mais se observadas as circunstâncias dramáticas da pandemia.

“Meu coração e coração dos membros do PSL na Bahia estão em dor, em prantos. Rogamos que Major Olímpio descanse em paz, que Deus o receba de braços abertos assim como ele sempre recebia os amigos. O senador deixa ensinamentos e um legado lindo e honroso e estará eternamente em nossas orações”, afirmou.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), adversário político de Olimpio, foi um dos primeiro a compartilhar uma mensagem no Twitter. “Minha solidariedade à família e amigos do Senador Major Olímpio. Infelizmente mais uma vítima da Covid-19”, escreveu.

O ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro também se manifestou: “Registro as minhas homenagens pessoais ao Senador Major Olímpio, um grande homem público. Minha solidariedade à família. Triste pandemia. Tristes tempos”, afirmou.

A Frente Parlamentar da Segurança Pública, representada pelo deputado Capitão Augusto (PL-SP) também divulgou nota. "A sociedade brasileira perde um legítimo agente público, que nunca se desviou de suas bandeiras e seus ideais. Agradecemos a Deus pelo privilégio de tê-lo conhecido".

Ciro Gomes, do PDT, disse que “dele se podia discordar, mas fui testemunha de sua coragem e espírito público. Participamos de debates juntos e sempre de forma muito respeitosa. Meus sentimentos para amigos e família”.

Já o presidente do Partido Novo, João Amoedo, prestou seus sentimentos à família e aos amigos do senador Major Olímpio e lembrou: três senadores e mais de 285 mil brasileiros já morreram nesta pandemia. “Precisamos fazer a nossa parte para preservar vidas. Mantenha os cuidados, por você e pelos outros”.

O ex-presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), também se manifestou. “Perde a política brasileira e todos nós, que ficamos mais pobres e mais tristes. Que Deus o receba e console a família, os amigos e os inúmeros eleitores e admiradores do nosso Major Olímpio. Fica aqui a saudade e o meu profundo pesar”.

Publicações relacionadas