Presidente da Alba condena ação de Bolsonaro contra governadores

Publicado sexta-feira, 19 de março de 2021 às 19:47 h | Atualizado em 19/03/2021, 19:50 | Autor: Da Redação

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Adolfo Menezes (PTB), condenou, a atitude tomada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), de acionar no Supremo Tribunal Federal os governos da Bahia, dos Distrito Federal e do Rio Grande do Sul.

>> Rui aciona PGE para contestar ação de Bolsonaro contra decretos

>> Governadores do Nordeste criticam Bolsonaro por pedido de suspensão das medidas contra Covid

Bolsonaro foi ao STF contra as medidas restritivas de circulação para conter o contágio do coronavírus. Para Menezes, Bolsonaro quer dividir com outras pessoas a irresponsabilidade dele.

“Bolsonaro estimulou aglomerações, desdenhou da máscara e não comprou vacinas na hora certa e, agora, quer dividir a irresponsabilidade dele com governadores e prefeitos. Além de surreal, é absurda a ação no STF, porque o isolamento, ainda que parcial, é o único remédio que temos agora para não agravar ainda mais o colapso do nosso sistema de saúde”, condenou.

O presidente da Alba acredita que a ação de Bolsonaro não vai pra frente. “Ele alega que os governadores precisam da autorização do Legislativo. E, posso assegurar que, na Bahia, Rui Costa terá esse referendo, com a quase totalidade dos 63 deputados reforçando as medidas necessárias para conter a disseminação da Covid e ajudar a salvar vidas”, justificou Adolfo Menezes.

Publicações relacionadas