adblock ativo

PT discute na Alba construção partidária e preparação para eleições de 2022

Publicado às | Atualizado em 16/10/2021, 15:31 | Autor: Redação
Éden Valadares disse que ansiosa para antecipar a campanha política - Foto: Rafaela Araújo / Ag. A Tarde
Éden Valadares disse que ansiosa para antecipar a campanha política - Foto: Rafaela Araújo / Ag. A Tarde -
adblock ativo

O Diretório Estadual do PT realiza neste sábado, 16, uma reunião na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) para discutir a construção partidária e organização interna. Participam da reunião, o senador e pré-candidato ao governo da Bahia, Jaques Wagner (PT), parlamentares e o presidente do PT da Bahia, Éden Valadares.

No encontro, os membros da Executiva e parlamentares também discutem as eleições setoriais e a conjuntura política na Bahia e no Brasil, o “Fora Bolsonaro” e a preparação do PT para as eleições gerais de 2022.

“Quase dois anos sem fazer reunião presencial do diretório por conta da pandemia, seguindo todos os protocolos de segurança, muitos membros do diretório são também do interior que vieram pessoalmente à reunião. Então, hoje é um dia de alegria e de trabalho. Nós vamos iniciar uma conversa sobre as eleições de 2022”, informou Éden.

O presidente do PT Bahia disse que a oposição está ansiosa para antecipar a campanha política. “Nós, do PT, estamos muito tranquilos em relação a isso. O governador Rui Costa está trabalhando para entregar obras, serviço para o nosso povo. Jaques Wagner está trabalhando no Senado Federal para combater a pandemia, para o Brasil voltar a gerar emprego”, disse o presidente do PT Bahia.

Valadares ressaltou que agora, no mês de outubro, a um ano das eleições de 2022, é que o Partido deu início aos debates sobre o pleito do próximo ano. Segundo ele, enquanto o PT vem trabalhando para diminuir as desigualdades sociais, combatendo a volta do desemprego, da fome e lutando pela vacinação dos brasileiros, a oposição tenta antecipar o calendário eleitoral.

“ACM Neto, com o DEM ou União Brasil, que acabou com o partido do avô dele, está na rua tentando antecipar o calendário eleitoral porque não tem muito o que fazer. Saiu da Prefeitura, dissolveu o partido dele e está com muito tempo livre. O governador, não, ele tem muito ainda para fazer, muito para entregar”.

adblock ativo

Publicações relacionadas