Quase 40% das armas de atiradores e colecionadores foram registradas no governo Bolsonaro

Publicado domingo, 28 de março de 2021 às 11:47 h | Atualizado em 28/03/2021, 11:50 | Autor: Da Redação

O Brasil tem 570,1 mil registros de armas para colecionadores, atiradores e caçadores pelo Exército. Deste total, 38% foram registradas no governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

78,3 mil foram concedidos em 2019 e 137,8 mil no ano de 2020. Nos dois primeiros anos da gestão Bolsonaro, o Exército aprovou 216,2 mil registros. Antes da ampla flexibilização do armamento instalada por Jair Bolsonaro, os números eram menores.

Em 2018, foram 47,3 mil registro e em 2010, 8,8 mil. Os dados foram enviados à Câmara na última terça-feira, 23, pelo Ministério da Defesa, em resposta a um pedido de informações do deputado José Guimarães (PT-CE).

Publicações relacionadas