Queiroz pode estar negociando delação premiada, diz emissora

Publicado sexta-feira, 26 de junho de 2020 às 19:00 h | Atualizado em 26/06/2020, 19:13 | Autor: Da Redação

O ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz estaria negociando uma delação premiada com o Ministério Público, segundo informações da CNN Brasil, nesta sexta-feira, 26. Dentre as condições impostas por eles, está a proteção para familiares e a garantia de prisão domiciliar.

Por sua vez, os investigadores querem ter também a certeza que o ex-assessor irá trazer informações novas. Apontado como coordenador do esquema de corrupção das rachadinhas no gabinete de Flávio na Alerj, Queiroz foi preso no último dia 18, em uma chácara localizada em Atibaia, interior de São Paulo, pertencente ao ex-advogado do senador no caso, Frederick Wassef.

Na quinta-feira, 25, a 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decidiu, por dois votos a um, a favor de um habeas corpus apresentado pela defesa de Flávio que pedia que as investigações do caso das rachadinhas passassem para Órgão Especial do Tribunal da Justiça.

Queiroz atuou como assessor do atual senador no período em que o filho do presidente Jair Bolsonaro era ainda um deputado estadual.

Publicações relacionadas