Senador pede convocação de ex-esposa de Bolsonaro, acusa de atuar junto a lobista da Precisa

Publicado sexta-feira, 03 de setembro de 2021 às 17:56 h | Atualizado em 03/09/2021, 18:01 | Autor: Da Redação

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) apresentou requerimento para a convocação de Ana Cristina Siqueira Valle, segunda ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro, à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid.

Ela é suspeita de atuar junto a "lobistas" e "autoridades públicas" para intermediar a negociação de vacinas por parte da Precisa Medicamentos com o governo brasileiro. Ana é mãe de Jair Renan.

Mensagens obtidas pela CPI do celular de Marconny Faria, o empresário que atuou como lobista na Precisa, mostram que Ana atendeu a um pedido dele para entrar em contato com o Planalto.

O objetivo era influenciar a escolha do defensor público-geral federal junto ao então ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, hoje ministro do TCU.

No requerimento, o senador aponta que existe uma "relação próxima" entre Marconny e Ana, que recentemente foi morar com o filho em uma mansão avaliada em R$ 3,2 milhões.

Faria levanta suspeita por atuar como lobista na negociação da Covaxin, vacina indiana contra a Covid-19, alvo de investigação da CPI.

Publicações relacionadas