Setorial do Programa de Governo Participativo debate sobre racismo

Reuniões são realizadas pelos partidos que apoiam a pré-candidatura de Jerônimo Rodrigues e Geraldo Júnior

Publicado quarta-feira, 13 de julho de 2022 às 21:02 h | Atualizado em 13/07/2022, 21:02 | Autor: Da Redação
Jerônimo Rodrigues e Geraldo Júnior estão juntos na pré-candidatura para o Governo da Bahia
Jerônimo Rodrigues e Geraldo Júnior estão juntos na pré-candidatura para o Governo da Bahia -

O setorial do Programa de Governo Participativo (PGP), realizado pelos partidos que apoiam a pré-candidatura de Jerônimo Rodrigues e Geraldo Júnior, aconteceu nesta quarta-feira, 13, na Casa Castro Alves, no bairro Santo Antônio Além do Carmo, em Salvador.

As reuniões são realizadas para debater temas mais específicos e agregá-los ao programa final que será apresentado ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), quando houver o registro da Chapa que disputará o Governo da Bahia, no dia 2 de outubro.

Segundo Geraldo Júnior, é um espaço para festejar a diversidade, a nossa cultura e a música, mas também para mostrar que o racismo e a intolerância religiosa são problemas estruturais da capital baiana, precisando ser combatidos permanentemente. 

"Somos da cidade mais negra do Brasil e até 2019, não tínhamos um estatuto da Igualdade Racial e de Combate à Intolerância Religiosa. Isso nos envergonhava e não perdemos tempo. Tirando da gaveta e aprovando a nossa maior arma de afirmação de nossa negritude. O nosso dendê só nós temos", disse o pré-candidato a vice-governador.

Pela busca no combate do racismo e da intolerância religiosa, Geraldo afirmou ainda, que gosta da frase de Barack Obama, na qual diz "a mudança não chegará se esperarmos outra pessoa".

"Vamos em frente para eleger um governador negro e um vice-governador que aprovou o Estatuto da Igualdade Racial e Combate a Intolerância Religiosa e que será modelo para outros municípios baianos", conclui.

Publicações relacionadas