adblock ativo

Sibá diz que não designará novo relator para caso Renan

Publicado terça-feira, 26 de junho de 2007 às 15:19 h | Atualizado em 26/06/2007, 15:19 | Autor: Agencia Estado
adblock ativo

Após mais de quatro horas de reunião com a bancada do PT, o presidente do Conselho de Ética do Senado, senador Sibá Machado (AC), anunciou que não vai designar um novo relator para o processo contra o presidente da Casa, senador Renan Calheiros (PMDB-AL). Machado disse que não fará a indicação por não ter recebido dos partidos governistas a indicação de nenhum nome.

Sibá Machado antecipou que, na reunião de amanhã do Conselho de Ética, colocará em votação o parecer do relator licenciado Epitácio Cafeteira (PTB-MA), que recomenda o arquivamento do processo contra Renan Calheiros, por considerar que não existem provas, e sim "indícios". Calheiros está sendo processado por quebra de decoro parlamentar, com base na suspeita de que um lobista de uma empreiteira teria pago despesas pessoais dele.

"O Conselho de Ética tem duas opções: arquivar (o processo, aprovando o relatório de Cafeteira), ou rejeitar o relatório", afirmou Machado. Ele explicou que, se o parecer for rejeitado - ou seja, se o processo não for arquivado, serão examinados os três votos (pareceres) apresentados em separado, favoráveis ao prosseguimento das investigações. Um dos votos foi apresentado pelo PSDB, um pelo senador Demóstenes Torres (DEM-GO) e um pelo senador Jefferson Péres (PDT-MA).

Demóstenes Torres e outros dois senadores - Eduardo Suplicy (PT-SP) e Gilvam Borges (PMDB-AP) - se ofereceram para assumir a relatoria, mas Sibá Machado não concordou com nenhum. O presidente do Conselho disse que agiu assim porque, no caso de Suplicy, a bancada do PT entendeu que o partido não deveria ficar, ao mesmo tempo, com a presidência e a relatoria. Em relação a Gilvam Borges, Machado disse que caberia ao líder do PMDB, Valdir Raupp (RO), fazer a indicação do nome, mas isso não aconteceu; e quanto a Demóstenes Torres, Machado alegou que este é autor de um voto em separado, e isso inviabilizaria sua escolha.

adblock ativo

Publicações relacionadas