Assassino de motorista de aplicativo se apresenta à polícia

O Suspeito do crime disse, em depoimento, que agiu motivado por dívida

Publicado sexta-feira, 25 de março de 2022 às 11:58 h | Atualizado em 25/03/2022, 13:00 | Autor: Da Redação
O delegado responsável pelo caso, informou que o pedido de prisão do suspeito deve ser feito ainda nesta sexta-feira, 25
O delegado responsável pelo caso, informou que o pedido de prisão do suspeito deve ser feito ainda nesta sexta-feira, 25 -

O suspeito de executar o motorista por aplicativo, se apresentou à polícia ontem, 24, em Juazeiro, no norte da Bahia. O homem, que não teve sua identidade revelada, de 19 anos, chegou à delegacia acompanhado de um advogado e informou que o crime foi motivado por uma dívida.

De acordo com informações da polícia, o suspeito de cometer o crime relatou que estava na companhia de um amigo quando solicitou a corrida e que o motorista, Diego Araújo, de 24 anos, aceitou. Em depoimento, o homem disse que seu amigo teria vendido um entorpecente a Diego e não recebeu o pagamento. 

No entanto, os familiares do motorista informaram à polícia que Diego não era usuário de drogas e não tinha dívida com traficantes. Ainda segundo a polícia, o suspeito detalhou que durante a corrida, estava no banco traseiro do veículo e segurou a vítima, enquanto o amigo alvejava o motorista com golpes de faca.

O corpo de Diego foi encontrado no dia 13 de março, dentro de um carro carbonizado, no bairro Quidé, em Juazeiro. Conforme investigações da polícia, Diego Araújo foi vítima de um latrocínio, roubo seguido de morte.

Thiago Pessoa, delegado responsável pelo caso, disse que o pedido de prisão do suspeito deve ser feito ainda nesta sexta-feira, 25. O segundo homem envolvido no caso ainda não foi localizado e os dois deverão ser indiciados por homicídio qualificado.

Publicações relacionadas