Moradores de Portão resgatam tradições culturais em cortejo

Publicado segunda-feira, 18 de novembro de 2019 às 07:48 h | Atualizado em 18/11/2019, 07:51 | Autor: Da Redação

O tradicional cortejo da Grande Festa de Portão, em sua 39ª edição, aconteceu, no sábado (16) e nesse domingo (17), em clima de dança, música e outras artes. A caminhada de alegria e paz, que percorreu a rua Queira Deus, no bairro de Portão, foi finalizada com a lavagem da calçada da Igreja de Santo Antônio. O som e performance da Fanfarra Renovação da Bahia abriram o cortejo.

A ala das baianas veio logo atrás, com seus adornos, vassouras para a lavagem e vasos de flores, seguidas de capoeiristas. A arte circense também fez parte do trajeto com o grupo Bambolê. Dançarinas do Grupo Afro Azânia, comandadas pela mestra Aidê e a percussão do bloco Chabisc também coloriram o evento.

“São os moradores do bairro que fazem essa grande festa. Aqui temos as baianas, que são nosso patrimônio imaterial, e que, efetivamente, ajudam a manter a cultura e a história afrodescendente, assim como os capoeiristas e todos os grupos culturais”, declarou a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho. 

Presente em todas as edições do cortejo, a baiana Marta Calmon, 72, também falou sobre a participação da sua ala. “O grupo das baianas é um dos grandes símbolos dessa tradição. Temos a responsabilidade de manter viva a nossa história”, disse.

A Grande Festa de Portão é uma realização da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, em parceria com o Conselho Municipal de Cultura de Lauro de Freitas e a Comissão de Festejos de Portão.

Publicações relacionadas