Controlador interno da Prefeitura de Maiquinique é condenado por improbabilidade administrativa

Publicado quarta-feira, 01 de dezembro de 2021 às 08:29 h | Atualizado em 01/12/2021, 08:47 | Autor: Da Redação

A  Ação de Improbidade Administrativa, oferecida pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), foi julgada procedente pela Justiça Estadual, que condenou o controlador interno da Prefeitura de Maiquinique, Washington Alves da Silva (conhecido por Gargamel), ao pagamento de multa civil ao município e determinou a proibição do réu de contratar ou receber benefícios ou incentivos fiscais, pelo prazo de três anos.

Conforme a denúncia do MP-BA, o réu Gargamel, que à época dos fatos era conselheiro tutelar em Maiquinique, valendo-se do seu cargo, vinha utilizando o veículo que estava a serviço do interesse público para fins pessoais, em proveito próprio.

Ainda de acordo com a narrativa, mesmo não estando em dias de plantão, o acusado sempre usava, sem autorização ou conhecimento dos demais conselheiros, o veículo da instituição e viajava para cidade vizinhas por motivações particulares.

Em duas dessas ocasiões, ocorreram  dois acidentes com o veículo do Conselho Tutelar, sendo um na estrada de Maiquinique/Itarantim e o outro na estrada de Itapetinga/Itambé, causado prejuízos à administração pública. (Com informações do Políticos do Sul).

Publicações relacionadas