Empresário é condenado por matar casal de colombianos

Após 4 anos do crime, o homem foi sentenciado a 22 anos de prisão

Publicado terça-feira, 29 de março de 2022 às 10:43 h | Atualizado em 29/03/2022, 12:00 | Autor: Da Redação
Fórum Epaminondas Berbert de Castro
Fórum Epaminondas Berbert de Castro -

O julgamento do empresário acusado de matar o casal de colombianos Andres Aluan Rey e Diana Paola Zuluaga, na cidade de Ilhéus, aconteceu na última segunda, 28. O crime ocorreu em maio de 2018 e após audiência, os envolvidos foram condenados a 22 anos e cinco meses de prisão em regime fechado.

No total, sete testemunhas foram ouvidas no júri popular. Na ocasião em que o crime aconteceu, o acusado chegou a confessar o crime e disse ter sido ameaçado pelas vítimas. Segundo informações da polícia, Andres e Diana eram agiotas e o criminoso devia R$ 7 mil ao casal.

As vítimas foram atraídas por Magno para o  lava a jato dele, com a promessa de realizar o pagamento da dívida. Com a ajuda de um funcionário, identificado como Cosme Santana, ele levou Andres e Diana para um cemitério na região de Aritaguá, em Ilhéus.

Após chegar no local, Magno tentou enterrar as vítimas em uma cova rasa, às margens da BA-001, mas a Polícia Militar chegou ao local no momento. Magno e Cosme conseguiram fugir, mas abandonaram o carro na rodovia.

Ao ser encontrado, o acusado confessou o crime e relatou a participação do funcionário. Os dois homens foram presos em 2019 e até o momento, não há uma data para o julgamento de Cosme, porque a defesa dele pediu desmembramento do juízo de Magno.

Publicações relacionadas