MP recomenda Prefeitura de Gandu reavaliar abertura do comércio

Publicado sábado, 20 de junho de 2020 às 13:25 h | Atualizado em 20/06/2020, 13:35 | Autor: Da Redação

A Prefeitura de Gandu recebeu orientação do Ministério Público (MP) para reavaliar o decreto de reabertura do comércio no município. O documento ressalta o número considerável de casos de pessoas infectadas pelo Coronavírus na cidade e recomenda que apenas os serviços essenciais sejam autorizados a funcionar.

O pedido, assinado pela promotora de Justiça Maria Anita Corrêa, reforça que estabelecimentos que não estejam enquadrados como necessários apresentem "uma justificativa técnica e fundamentada para permanecerem abertos, além da apresentação de evidências e análises da vigilância sobre estratégias de segurança de saúde frente ao cenário local". O documento pede, também, que a prefeitura seja transparente quanto aos numerários de diagnósticos e óbitos relacionados ao vírus.

A promotora solicita, ainda, que as estruturas dos serviços de Saúde para atender a população diagnosticada com COVID-19 sejam apresentadas como finalizadas, comprovando que o município tem capacidade de atender um período de pico de contaminação. Com isso, ela pede a apresentação do suprimento de leitos, EPIs, respiradores, insumos médicos e testes laboratoriais e quantitativos da equipe de profissionais de Saúde em Gandu.

O comércio de Gandu foi fechado em maio e totalmente reaberto neste mês de junho. Atualmente, a cidade apresenta 244 casos confirmados de COVID-19, com 191 deles ativos, segundo o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (SESAB). Além disso, quatro mortes pela doença foram registradas no município. (Com informações do Bahia Notícias).

Publicações relacionadas