Porto Seguro: ex-vice prefeito Beto vai para prisão domiciliar

Publicado quarta-feira, 16 de junho de 2021 às 16:35 h | Atualizado em 16/06/2021, 16:38 | Autor: Da Redação

Na manhã desta quarta-feira o ex-vice-prefeito de Porto Seguro, Humberto Adolfo Gattas Nascif Fonseca Nascimento, conhecido como Beto do Axé Moi  (PP), se entregou na polícia federal em Porto Seguro.

Ele passou por audiência de custodia e sua prisão preventiva foi convertida para prisão domiciliar.

Beto do Axe Moi foi vice-prefeito de Cláudia Oliveira (PSD), que está presa.

Após a Justiça determinar a prisão preventiva do ex-vice prefeito, ele se entregou à polícia em Porto Seguro, extremo sul da Bahia, nesta quarta-feira, 16;

Ele era um dos alvos de mandados de prisão preventiva na “Operação Fraternos”. Segundo informações, ele estava em Belo Horizonte e participa de audiência de custódia às 14h desta quarta-feira.

Segundo investigações, ele foi o responsável, em “parceria” com o ex-prefeito de Eunápolis, Robério Oliveira, por “adicionar” no esquema um núcleo para “fornecimento de infraestrutura para as festas de Carnaval, de São João e de Natal”.

De acordo com o MPF, Robério e Beto acresceram ao grupo a “organização de festas populares às suas atividades, especialmente por intermédio de contratos administrativos ilusórios”.

A decisão fala ainda se desvios de recursos federais para pagamento de pesquisas eleitorais no pleito de 2016, quando Robério teria encomendado o levantamento a Agenor Gasparetto, responsável pela Gasparetto Pesquisas e Estatísticas, com “assentimento de Cláudia Oliveira e Beto Axé Moi, que eram candidatos a reeleição”.

Publicações relacionadas