Vereador relata perseguição após denúncias sobre a saúde de Juazeiro

Publicado quinta-feira, 09 de setembro de 2021 às 16:22 h | Atualizado em 09/09/2021, 16:38 | Autor: Da Redação

Uma situação considerada como ato de perseguição foi relatada pelo vereador do município de Juazeiro, região do Vale São-Franciscano da Bahia, Mitu do Sindicato (PCdoB). Após denúncias em relação à saúde local, uma cunhada do parlamentar teria sido demitida do Centro de Especialização Odontológica pela gestão da prefeita Suzana Ramos (DEM).

Entre as denúncias está o fechamento de parte da maternidade infantil, bem como a falta de médicos, materiais, além de medicamentos nos postos de saúde.

"A prefeita Suzana Ramos mais uma vez resolveu praticar perseguição e demitiu a minha cunhada das funções públicas exercidas por ela", disse Mitu.

A profissional trabalhava no próprio Centro de Especialização Odontológica, local no qual o vereador fez denúncias recentes sobre as condições de trabalho por falta de EPIS.

"A bomba de vácuo, por exemplo, está quebrada e não tem licitação para conserto. Esse governo quer que as pessoas se calem, pois estamos vivendo uma época de ditadura e não podemos reclamar de nada sobre a gestão municipal que somos perseguidos. Não podemos mostrar o quanto nossa cidade está abandonada. Estamos vendo claramente abuso de poder por parte da prefeitura de Juazeiro”, afirmou o vereador.

Recentemente Mitu do Sindicato cobrou explicações da gestão sobre o uso do recursos para compras de kits-merenda que, de acordo com ele, ainda não foram distribuídos para os alunos da rede municipal.

"Eu não vou me calar e estarei mais atento e forte aos desmandos e ingerências que a atual gestão vem fazendo com a cidade”, concluiu Mitu do Sindicato.

Publicações relacionadas