Setur mantém ferramenta online que facilita planejamento para setor do turismo

Publicado domingo, 11 de outubro de 2020 às 10:47 h | Atualizado em 11/10/2020, 11:06 | Autor: Da Redação

Como forma de reaquecer e fortalecer o turismo, a Secretaria do Turismo (Setur) mantém no ar um portal com informações, dados, indicadores e pesquisas sobre o turismo baiano, voltado para gestores, investidores, pesquisadores, acadêmicos e profissionais da imprensa. A Bahia possui um litoral de 1.183 quilômetros e 13 zonas turísticas.

“É uma ferramenta muito importante para captar e entender as lacunas, desejos e as necessidades de nosso setor. Nele é possível observar o fluxo e a movimentação de todas as concessionárias que atendem o Estado. Com isso, conseguimos ter um diagnóstico mais apurado dos momentos mais e menos intensos e observar a movimentação das atividades ligadas ao turismo”, explica o secretário da Setur, Fausto Franco.

Para compreender as consequências da pandemia no turismo baiano, a Setur realizou pesquisas com empresários, guias de turismo cadastrados no Sistema Nacional de Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur) e com investidores privados de projetos turísticos, tanto em planejamento como em fase de implantação. A análise ajuda na construção de um entendimento mais preciso da real situação econômica do setor possibilitando, assim, comparação dos meses do período da pandemia e o mesmo período do ano anterior.

Segundo dados divulgados no portal, o índice de empresas do setor turístico que fecharam na Bahia com a pandemia do Covid-19 é de 84,6%. Já o total de desempregos provocados pela suspensão de seu funcionamento chegou a 55%. Entre os guias de turismo, a totalidade ficou sem exercer a atividade nesse período. A pesquisa mostra também que o índice de 84,6% equivale ao total de empresas que afirmaram necessitar de crédito no momento atual, para manutenção das suas atividades.

“As pesquisas possibilitam a obtenção de dados sobre demissões, variação do faturamento das empresas e dos guias de turismo, estratégias adotadas, novos serviços implementados, perspectiva do empresário e do guia de turismo, entre outros. O levantamento ajuda a identificar possíveis dificuldades na execução dos projetos turísticos ocasionadas pela pandemia, para estabelecer estratégias com vistas à reativação e retomada do crescimento do setor na Bahia”, ressalta a diretora de Planejamento Turístico da Setur, Giulliana Brito.

Publicações relacionadas