Telescópio Webb chega a seu destino, a 1,5 milhão de km da Terra | A TARDE
Atarde > Mundo

Telescópio Webb chega a seu destino, a 1,5 milhão de km da Terra

Equipamento exploratório revelará segredos da criação do universo

Publicado segunda-feira, 24 de janeiro de 2022 às 21:51 h | Atualizado em 24/01/2022, 22:01 | Autor: AFP

O telescópio espacial James Webb alcançou sua órbita final, a 1,5 milhão de quilômetros da Terra, de onde poderá observar as primeiras galáxias do Universo, confirmou a Nasa nesta segunda-feira, 24.

Por volta das 19h00 GMT (16h de Brasília), ativou seus propulsores para alcançar o ponto de Lagrange 2, ideal para observar o cosmos. 

 

NASA
 

"Bem-vindo a casa, Webb!", exclamou o chefe da agência espacial americana, Bill Nelson, em um comunicado.

"Demos um passo a mais para descobrir os mistérios do Universo. E tenho vontade de ver as primeiras novas imagens do Universo do telescópio Webb neste verão!", acrescentou.

Nesta região do espaço, permanecerá alinhado com a Terra enquanto se move ao redor do Sol, o que permitirá ao guarda-sol que o Webb leva proteger o equipamento sensível ao calor e à luz.

Esta é a terceira vez que o telescópio ativa seus propulsores desde que foi lançado em um foguete Ariane 5 em 25 de dezembro.

Infográfico mostra onde ficará o supertelescópio James Webb, que ajudará a solucionar problemas relativos à criação do universo
Infográfico mostra onde ficará o supertelescópio James Webb, que ajudará a solucionar problemas relativos à criação do universo |  Foto: Nasa | Divulgação
 

O grande impulso do foguete reduziu-se deliberadamente para evitar que o instrumento ultrapassasse seu objetivo e assegurar-se de que chegasse ali por etapas.

O telescópio James Webb, cujo custo para a Nasa chega a cerca de 10 bilhões de dólares, é um dos equipamentos científicos mais caros já construídos, comparado a seu antecessor, Hubble, ou ao acelerador de partículas do CERN.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS