Rosemberg confirma conversas com MDB em torno de eleições municipais | A TARDE
Atarde > política > Bahia

Rosemberg confirma conversas com MDB em torno de eleições municipais

Líder do governo também falou sobre a busca de unidade para indicação de novo conselheiro do TCM

Publicado sexta-feira, 09 de fevereiro de 2024 às 18:28 h | Autor: Flávia Requião e Alan Rodrigues
Rosemberg tem conversado com vários partidos da base governista
Rosemberg tem conversado com vários partidos da base governista -

O deputado Rosemberg Pinto (PT), líder do governo, na Assembleia Legislativa, esteve no carnaval do Pelourinho e falou sobre as conversas com o MDB com vistas às eleições municipais, especialmente em Conquista, onde os dois partidos postulam encabeçar a corrida à Prefeitura pelo bloco governista.

Rosemberg confirmou a realização de um jantar com Lúcio Vieira Lima para tratar desse e outros temas, mas sem nenhuma definição.

“Foi um jantar que eu fiz na minha casa, tenho feito com todos os partidos, como líder do governo é minha obrigação fazer esse relacionamento com os diversos partidos da base do governo. Foi um jantar que nós discutimos conceitualmente essa relação do PT com o MDB. Outro dia conversei com o Avante. Tenho conversado com todos e é natural”, relativizou o líder governista, assegurando que “foi uma reunião extremamente produtiva mas o melhor de tudo foi a carne do sol”.

Rosemberg falou ainda sobre a disputa pela vaga aberta no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). “Duas candidaturas já se inscreveram, a do deputado Paulo Rangel (PT) e do ex-deputado Marcelo Nilo, estamos aguardando também a inscrição do deputado Fabrício (Falcão, do PC do B), que tem toda qualificação para assumir uma vaga no conselho de contas do município”, explicou o líder do governo.

Ele ressaltou que vai trabalhar para ter uma posição unificada em torno da base do governo. “Essa é a orientação do governador e ele pessoalmente também tratará disso como governo, sem interferir na Assembleia Legislativa. Uma coisa é certa, estaremos unidos na base do governo para esse posicionamento”.

Publicações relacionadas