Ator de 'Todo Mundo Odeia O Chris' chegou a pesar 47 kg após cirurgia | A TARDE
Atarde > A TARDE + > CINEINSITE

Ator de 'Todo Mundo Odeia O Chris' chegou a pesar 47 kg após cirurgia

Tyler James Williams contou que foi diagnosticado com a Doença de Crohn em entrevista

Publicado sábado, 07 de janeiro de 2023 às 19:04 h | Atualizado em 07/01/2023, 19:28 | Autor: Da Redação
Ator recebeu diagnóstico da doença em 2017
Ator recebeu diagnóstico da doença em 2017 -

O ator Tyler James Williams, conhecido por interpretar o protagonista de 'Todo Mundo Odeia O Chris', relembrou os desafios quando foi diagnosticado com a Doença de Crohn, condição inflamatória que pode ter origem genética e afeta o sistema digestivo. Em entrevista à revista estadunidense Men's Health, o artista revelou que chegou a pesar 47 kg após uma cirurgia para redução do intestino. Por conta do procedimento, ele contraiu uma infecção hospitalar, o que causou uma perda considerável de peso.

Tyler descobriu a doença depois de ter um mal súbito e apresentar uma dor de estômago intensa. “Eu estava levando o meu corpo ao limite, quando chegou em dezembro ele caiu”, relatou.

O ator ainda disse que acreditava que era incapaz de ganhar massa muscular e que, mesmo fazendo dietas calóricas e exercícios físicos, não conseguia deixar de ser magro. Atualmente, aos 30 anos, o ator disse que pesa 65 kg e segue uma rotina de atividades físicas e dieta balanceada. Além disso, ele destacou que evita alimentos que podem provocar crises, como carne vermelha, café e bebida alcoólica.

Na entrevista, ele também contou que a prescrição do médico também chamou sua atenção. "Ele disse: ‘Aqui está algo que impedirá que seu sistema inflame, vai manter sua mente no lugar e fará você comer. E eu fiquei tipo, ‘Que droga maravilhosa é essa de que estamos falando?’ E ele me passou uma receita de maconha", declarou aos risos. 

No Instagram, ele também agradeceu a oportunidade de compartilhar a sua história e publicou uma das fotos tiradas pela revista para divulgar a entrevista. Ele também dedicou a matéria aos pacientes da Doença de Crohn. "Temos que continuar aprendendo a ouvir nossos corpos e os tratar melhor", escreveu.

Publicações relacionadas