Alunos criam manta com caixas de leite para pessoas em vulnerabilidade | A TARDE
Atarde > Bahia > Salvador

Alunos criam manta com caixas de leite para pessoas em vulnerabilidade

Com espírito empreendedor e criativo, eles confeccionam os itens que serão doados a pessoas necessitadas

Publicado quinta-feira, 22 de junho de 2023 às 06:00 h | Atualizado em 27/06/2023, 17:39 | Autor: Matheus Calmon
Projeto é desenvolvido como parte da disciplina de Empreendedorismo Social, módulo 1, da turma de Administração do Proeja
Projeto é desenvolvido como parte da disciplina de Empreendedorismo Social, módulo 1, da turma de Administração do Proeja -

Alunos do Centro Educacional Edgar Santos está unindo o aprendizado acadêmico à solidariedade, transformando caixas estilo Tetra Pak em abraços de calor. Com espírito empreendedor e criatividade, eles confeccionam mantas térmicas que serão doadas a instituições que acolhem pessoas em situação de vulnerabilidade social. 

O projeto, desenvolvido como parte da disciplina de Empreendedorismo Social da turma do módulo 1 da turma de Administração do Proeja, tem o objetivo também de proporcionar aos alunos a vivência no ambiente corporativo. Eles precisaram criar uma empresa e estão divididos em grupos de marketing, financeiro, recursos humanos e produção.

Líder do setor de produção operacional, Lavínia Paola afirma que apesar da dor de cabeça, a experiência está sendo ótima, principalmente pela oportunidade de ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social.

"Vamos fazer para outra pessoa, isso eleva a alma da gente. É um pouco estressante, a gente tem que combinar tudo, trabalhar com pessoas, mas está sendo ótimo", afirma ela em conversa com o Portal A Tarde.

Ela considera que o trabalho tem lhe dado a sensação de estar completa. "O mandamento é amar ao próximo como a si mesmo e isso que estamos fazendo é um ato de amor. Vulneráveis são exclusos da sociedade. Muita gente em salvador não olha esse tipo de situação. Chico Xavier diz que quando você se esforça para o bem, o mesmo retorna para você", reflete Lavínia.

A estudante conta que a ideia do professor Wilson Santiago, que coordena o projeto, foi brilhante. Ao Portal A Tarde, ele explicou que outras disciplinas passaram a integrar o projeto e trabalhar seus respectivos conteúdos.

"Criamos um organograma da empresa e montamos divisões. Cada grupo é responsável por série de atividades. É um processo manual, utilizamos a soldagem a partir do ferro de passar roupas. Como temos a parte laminada, ao ser aquecida, elas se fundem fazendo selagem e a manta é complementada caixa por caixa até determinado tamanho", explica o professor, que conta ainda como o projeto desenvolve os alunos de forma acadêmica.

Imagem ilustrativa da imagem Alunos criam manta com caixas de leite para pessoas em vulnerabilidade

"A gente vai, na prática, inserindo os conteúdos que trabalhariam com os professores. Vão aprender gestão de pessoas, mediar conflitos... Eles sentem a necessidade e a gente entra apresentando as ferramentas e a teoria que precisam dominar".

No trabalho, os alunos aprendem ainda questões legislativas e características do empreendedor. Cada departamento tem ainda que apresentar um relatório técnico com dificuldades e soluções, fazendo com que os alunos desenvolvam ainda a escrita e a fala.

Imagem ilustrativa da imagem Alunos criam manta com caixas de leite para pessoas em vulnerabilidade
  

"Tem uma série de competências que precisam desenvolver. A gente desenvolve atividades voltadas com o uso de tecnologias. Na parte de marketing, ao desenvolverem estratégias de divulgação do produto, eles estão aprendendo a teoria da disciplina e, ao mesmo tempo, manuseando ferramentas digitais. Então, aprenderam a trabalhar com o Canva, já fizeram o card com a logomarca da empresa, criaram canal de comunicação, o Instagram... São ferramentas que muitos ainda não dominavam ou não conheciam e com esse processo eles estão desenvolvendo e aprendendo".

O desejo do professor é que o projeto não fique restrito a este momento do curso. "Que essa experiência seja desdobrada a outros momentos do curso. Tem muita coisa que a gente pode explorar. Que eles possam lançar um olhar diferente às questões ambientais, de reciclagem, reaproveitamento... Essa sensibilidade é o que eu gostaria que eles tivessem aflorada".

Para quem tiver o interesse de contribuir, é só enviar caixas cartonadas de leite, suco ou achocolatado, desde que laminada por dentro, ao Centro Educacional Edgar Santos, que fica na Rua Prediliano Pitta, 19, Garcia, Salvador.

Outras informações são compartilhadas também no Instagram @eco_mantaa. Confira imagens e vídeos do projeto.

  • Alunos criam manta com caixas de leite para pessoas em vulnerabilidade
    |
  • Alunos criam manta com caixas de leite para pessoas em vulnerabilidade
    |
  • Alunos criam manta com caixas de leite para pessoas em vulnerabilidade
    |
 

 

 

 

 

 

 

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS