Feira de São Joaquim recebe obras de drenagem e recapeamento | A TARDE
Atarde > bahia > Salvador

Feira de São Joaquim recebe obras de drenagem e recapeamento

Serviços incluem a limpeza e a substituição de trechos de rede danificados das galerias pluviais

Publicado sexta-feira, 08 de setembro de 2023 às 14:16 h | Autor: Da Redação
Limpeza e troca de bueiros contribuem para o melhor escoamento da água das chuvas.
Limpeza e troca de bueiros contribuem para o melhor escoamento da água das chuvas. -

A Feira de São Joaquim está recebendo obras de drenagem, recapeamento e manutenção. As intervenções atendem a pedidos dos comerciantes e fazem parte das comemorações ao Dia da Feirante, comemorado no último dia 25 de agosto.

Maior feira livre da Bahia, o centro comercial a céu aberto está localizado em Água de Meninos, na Cidade Baixa, e abriga 1,2 mil feirantes espalhados por seus becos e vielas. As melhorias são realizadas pela Prefeitura de Salvador, através da Secretaria de Articulação Comunitária e Prefeitura-Bairro (SACPB), a Secretaria de Manutenção da Cidade (Seman) e o Distrito Cultural do Centro Histórico. 

As intervenções incluem troca do asfalto, recapeamento, recuperação e manutenção dos dispositivos de drenagem têm feito a diferença nas vidas dos trabalhadores que há décadas utilizam o espaço para garantir o sustento de suas famílias.

Feirante há 40 anos, Manoel da Lapa Lisboa, 67 anos, viu seu box receber asfalto novo na última semana.  Segundo o comerciante, antes da chegada dos serviços da Prefeitura a situação estava bem delicada. “Bastava uma chuvinha e já estava tudo alagado, cheio de lama. A rede de esgoto entupida provocava um caos. Mas tudo tem mudado e só temos a agradecer e comemorar”, frisou Lisboa.  

No local, estão sendo realizados serviços de microdrenagem que incluem a limpeza manual e hidrojateamento mecânico da rede e dispositivos do sistema de drenagem (caixas de sarjeta “bocas de lobo” / poços de visita “bueiros”).

Além disso, técnicos tem feito a substituição de trechos de rede danificados de elementos condutores (manilhas/tubos) das galerias pluviais, com reposição de grelhas, tampas e tampões. De acordo com o secretário da Seman, Lázaro Jezler, as equipes técnicas entendem as particularidades da Feira de São Joaquim. Segundo o gestor, as medidas executadas visam resolver necessidades antigas do espaço que sempre foi gerido pelo poder público estadual. 

“Temos trabalhado para resolver problemas seculares para evitar transtornos provenientes da chuva. O que está sendo feito aqui é feito em toda a cidade. Lembrar que o setor de drenagem executou a limpeza de aproximadamente cinco mil caixas de sarjeta e a desobstrução de rede em mais de oitenta mil metros de galerias no último ano”, disse.  

Erivaldo Rodrigues dos Santos, mais conhecido como “Babau”, tem 45 dos seus 60 anos trabalhando no local. Administrador da feira desde 1982, o feirante afirma que o espaço nunca foi tão bem cuidado como agora.  “Limpou o sistema de drenagem, melhorou até o cheiro do esgoto. Antes ficava tudo bloqueado, ficava acumulado, aquele cheiro forte. Estamos realmente felizes e satisfeitos com o olhar diferenciado para a feira de São Joaquim”, revelou Babau.

Publicações relacionadas