Mais de 40 cobras são resgatadas em Salvador em 2020

Publicado quarta-feira, 04 de março de 2020 às 08:09 h | Atualizado em 04/03/2020, 10:36 | Autor: Raphael Santana

O Grupo Especial de Proteção Ambiental (GEPA), da Guarda Civil Municipal (GCM), resgatou, somente neste ano, 42 cobras em Salvador. 

O caso mais recente foi registrado no bairro de Cajazeiras, na última quinta-feira, 27. A serpente, que media aproximadamente 1,50 m e pesava 3,0 kg, foi encontrada no telhado da quadra de esportes de uma escola. Outro animal, da espécie jiboia, foi localizada em um colégio no bairro do Nordeste de Amaralina, no dia 13 de fevereiro. O animal foi levado para o Núcleo Regional de Ofiologia e Animais Peçonhentos da Bahia – (NOAP/UFBA).

Alerta

De acordo com o supervisor do GEPA, Robson Pires, a recomendação, caso alguém se depare com uma serpente, é evitar o contato com o animal para não se machucar e solicitar o resgate por meio do telefone (71) 3202-5312.

"Se for uma jibóia, sucuri ou outra espécie não peçonhenta, o risco do contato é de levar uma mordida, que é muito dolorida. Caso seja uma jararaca, cascavel ou coral que são espécies peçonhentas, a vítima deverá ser encaminhada imediatamente ao hospital de referência Roberto Santos para começar o tratamento pois a pessoa corre risco de morte", esclarece. 

Robson diz que é preciso levar em conta que estes animais já estavam aqui bem antes da presença humana, e, com as ocupações desordenadas, "a tendência é cada dia mais aumentar estes aparecimentos", prevê.

Histórico de resgates

Ano: 2015 - 110 cobras resgatadas, sendo 94 jiboias

Ano: 2016 - 144 cobras (109 jiboias)

Ano: 2017 - 204 cobras (161 jiboias)

Ano 2018: - 210 cobras (149 jiboias)

Ano 2019 - 182 cobras (122 jiboias)

Ano 2020, até agora: 42 cobras (24 jiboias) 

Publicações relacionadas