Salvador pode desobrigar uso de máscaras a partir de abril

Prefeitura avalia que cidade está pronta para viver sem item de proteção em ambientes abertos e fechados

Publicado sexta-feira, 25 de março de 2022 às 11:27 h | Atualizado em 25/03/2022, 11:27 | Autor: Da Redação
Na Bahia, o governador Rui Costa ainda não decidiu liberar o uso de máscaras
Na Bahia, o governador Rui Costa ainda não decidiu liberar o uso de máscaras -

A Prefeitura de Salvador já considera os índices epidemioógicos da Covid-19 suficientes para anunciar em breve a desobrigação do uso de máscaras faciais de proteção em ambientes abertos e fechados. 

“A opinião é que já teríamos condições de retirar as máscaras em todos os ambientes. Já passamos essa posição para o governo do Estado. Não faz mais sentido, a partir do início de abril, a gente continuar ainda usando máscara”, disse o prefeito de Salvador, Bruno Reis, na manhã desta sexta-feira, 25. 

A desobrigação do uso de máscaras já foi adotada pela maioria dos estados e capitais do Brasil. Na Bahia, mesmo sem ainda contar com a liberação estadual, seis cidades decidiram por abandonar a medida de proteção contra a Covid-19 em ambientes abertos. São elas: Porto Seguro, Mata de São João, São Gonçalo dos Campos, Santo Antônio de Jesus, Itanagra e Vitória da Conquista. 

Na última quarta-feira, 25, o governador Rui Costa (PT) afirmou que a discussão sobre o assunto segue e que a obrigatoriedade do uso de máscaras em toda a Bahia pode ser derrubada em abril. "Se os números continuarem caindo, de internados e contaminados, quando iniciar abril, a gente vai liberar", disse Rui.

De acordo com dados mais recentes da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), o estado conta nesta sexta-feira com 1.537 casos ativos de Covid-19 e com uma taxa de ocupação de UTI exclusivas para a doença em 19%.

Publicações relacionadas