Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > BAHIA
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
06/01/2022 às 11:34 - há XX semanas | Autor: Da Redação

FEMINICÍDIO

Jornalista morta por marido queria deixar Bahia e voltar para SP

Irmã de Juliana deu detalhes da vida da vítima, assassinada pelo marido em Porto Seguro, durante o Réveillon

A jornalista Juliana de Freitas Alves Krucinski, de 41 anos, que foi morta pelo marido, o engenheiro Reges Amauri Krucinski, 46, a tiros na noite do Ano-Novo, na cidade de Porto Seguro, tinha planos de deixar a Bahia e voltar a morar em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, para ficar mais próxima da família. As informações são do portal Universa, no UOL.

Os planos da jornalista já estavam bem definidos. Morando há menos de um mês na Bahia, ela iria retornar para São Paulo no dia 13 de janeiro. No entanto, durante uma discussão entre o casal, na casa que moravam, ela foi assassinada a tiros pelo seu marido. Reges Amauri foi preso em flagrante logo após o crime.

"Ela era uma irmã muito especial, esforçada, talentosa e profissional. Era nossa princesa. Infelizmente, conheceu esse monstro e achou que tinha achado uma pessoa maravilhosa. Mas olha o que aconteceu", disse ao Universa, Roberta de Freitas Alves, irmã da vítima.

O assassino está na delegacia de Porto Seguro e aguarda transferência para uma penitenciária. A investigação sobre a eventual motivação do crime ainda está em andamento.

Roberta disse desconhecer episódios de violência doméstica, mas contou que a irmã não estava gostando de morar na Bahia. "Ela tinha me dito há alguns dias que não estava gostando muito de morar na Bahia, que queria realmente voltar para São Paulo".

Segundo Roberta, o casal se mudou para Porto Seguro com o desejo de montar uma pousada no local, mas o negócio ainda era um projeto. Reges e Juliana estavam casados desde setembro de 2020 e tem um filho de 11 meses.

No momento do crime, o filho do casal estava em casa com a babá. Também estavam no local outra filha de Juliana, de 10 anos, fruto de outro relacionamento, a filha de Reges, de 13 anos, também de outro relacionamento, e outra irmã da jornalista.

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Publicações Relacionadas

A tarde play
Play

Empresário é condenado após incendiar homem em situação de rua na BA

Play

Funcionário esfaqueia colegas durante horário de almoço em Jequié

Play

Especialista em explosivos de 'duas identidades' é ligado ao CV; veja

Play

Polícia Civil descobre 'bunker' do BDM em Lauro de Freitas

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA