Mais de 1.500 pessoas passaram pela arena na praia de Guaibim | A TARDE
Atarde > Bahia

Mais de 1.500 pessoas passaram pela arena na praia de Guaibim

A etapa termina neste domingo, 17, com as finais nas categorias vôlei de praia masculino, beach soccer e beach

Publicado domingo, 17 de março de 2024 às 13:00 h | Autor: Da Redação
Imagem ilustrativa da imagem Mais de 1.500 pessoas passaram pela arena na praia de Guaibim
-

Mais de 1.500 pessoas passaram pela arena do Verão Costa a Costa, montada na praia de Guaibim em Valença, nos três primeiros dias do evento, iniciado na quinta, 14. A etapa termina neste domingo, 17, com as finais nas categorias vôlei de praia masculino, beach soccer e beach tennis.

Um total de 350 estudantes da rede pública estadual e municipal participaram do evento, especialmente das atividades esportivas como escalada, tirolesa e arborismo. A estudante do Ensino Fundamental Grace Kelly, de 11 anos, se aventurou na Escalada e, animada, logo saiu correndo para ir na tirolesa. "Estou adorando. Eu nunca tinha feito isso antes", disse. A diretora da Escola Municipal Heloisa Evangelista , Marcia Freitas, destacou a alegria dos estudantes. "Eles estão maravilhados em ver tantos brinquedos de uma só vez e a gente fica feliz em ver a alegria deles", pontuou.

Com o objetivo de incentivar a prática esportiva, especialmente entre a juventude, o projeto tem levado a localidades da Costa baiana, clínicas esportivas e competições em diferentes modalidades, atividades de lazer e entretenimento.

Para a estudante de enfermagem e atleta do vôlei de praia Ana Luiza Brandão, de 22 anos, eventos como o Costa a Costa são fundamentais como incentivo ao esporte na Bahia. "Quanto mais tiver eventos inclusivos como esse, de acesso a todos, mais vai atrair visibilidade para o esporte e adesão. Muitas pessoas não participam por causa dos custos, dos valores", disse. Ana Luiza foi campeã da etapa de Guaibim. "Nos divertimos, competimos e vencemos e tudo de graça", elogiou.

Ingrid Simões, 44 anos, ex-campeã brasileira de clubes, no vôlei de praia, também participou da competição. "Tem sido uma experiência maravilhosa. Em Ilhéus tive a oportunidade de jogar com atletas de até 65 anos. O esporte une famílias e salva os jovens", declarou. Jogadora master,

Ingrid também ficou na torcida do filho Rodrigo Simões, atleta de vôlei de praia.

Frescobol

Além de competições nas modalidades beach soccer, futevôlei, beach tennis e vôlei de praia, em Guaibim houve apresentação de frescobol com a participação de dez atletas da capital. "A ideia é divulgarmos mais o esporte. Na etapa de Salvador devemos ter uma participação significativa", prometeu José Sandes, presidente da União das Federações de Esporte Amador da Bahia (Unisport).

O frescobol é um esporte em que um atleta não joga contra o outro. A dupla é parceira e tem como objetivo não deixar a bola cair. " Frescobol tem essa coisa lúdica. A família toda pratica. Nas competições, um radar mede a velocidade da bola. Vence a dupla que consegue imprimir mais velocidade e menos deixa a bola cair", explicou Rosana Bastos, turismóloga e praticante do esporte. " A gente quer mostrar que o frescobol é mais do que uma brincadeira de praia, é um esporte e que deve também ser praticado nas escolas para, futuramente, criarmos as categorias de base", defendeu.

A próxima parada do projeto é Arembepe, na Costa dos Coqueiros, em Camaçari. O Verão Costa a Costa é uma iniciativa do Governo da Bahia sob a coordenação da Setre por meio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb) em parceria com a Unisport, com organização da MCS Marketing Esportivo.

Publicações relacionadas