Autor de chacina faz polícias "quase de bobas", diz governador do DF

Publicado quarta-feira, 16 de junho de 2021 às 18:50 h | Atualizado em 16/06/2021, 18:53 | Autor: Da Redação

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, afirmou que as forças de segurança são feitas "quase como de bobas" por Lázaro Barbosa de Souza, de 32 anos, procurado já há oito dias por uma chacina em Ceilândia.

"Essa caçada nos impressiona. São quase 300 homens da polícia do DF e Goiás que estão atrás desse marginal e não conseguem localizá-lo. Espero que isso aconteça o mais rápido possível, para que possamos tranquilizar as famílias daquela região", declarou Ibaneis. Segundo o governador, já "está passando da hora dele ser preso e vir para Papuda".

Lázaro é apontado como autor de quatro homicídios na mesma família em uma chácara no último dia 9 de junho. O criminoso invadiu a residência, localizada no Incra 9, no Núcleo Rural Alexandre Gusmão. Lá, matou o empresário Cláudio Vidal, de 48 anos, e os dois filhos dele, Gustavo Vidal, de 21, e Carlos Eduardo Vidal, de 15. Os três foram encontrados com marcas de tiros e facadas.

A esposa de Cláudio e mãe dos jovens, Cleonice Marques de Andrade, de 43 anos, foi sequestrada e encontrada morta três dias depois, em um córrego da região.

Desde então, os policiais tentam localizar Lázaro em cidades do entorno do DF, sem sucesso. No período, ele já rendeu outras famílias, atirou contra policiais e fez reféns.

Publicações relacionadas