Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > BRASIL
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
03/06/2023 às 19:12 • Atualizada em 04/06/2023 às 14:29 - há XX semanas | Autor: Osvaldo Barreto

PRISÃO

Pai é preso após deixar criança 40 dias sem alimentação

Pai também foi encontrado em estado de desnutrição

O pai de uma criança de 3 anos foi preso por maus-tratos após deixar a criança 40 dias sem alimentação. A pequena foi resgatada em estado de desnutrição na sexta-feira, 2, em Rio. Claro, São Paulo.

O Ministério Público investigava o caso depois que avó materna não conseguia mais contato com o pai para visitar a menina, em um condomínio no Jardim Portugal. A Justiça expediu um mandado para a visita.

Guardas municipais, um representante do Conselho Tutelar e oficiais de justiça foram ao local e encontraram a criança debilitada.

Ela estava de fralda em uma cama, com desidratação e sinais de desnutrição, até com ossos aparentes. Ela estava pesando 8 quilos. O local também estava sujo e não havia alimentos.

A criança foi socorrida pelos guardas e está internada para a Unidade de Pronto-Atendimento do Cervezão e depois levada para o Pronto-Socorro Nossa Senhora de Lourdes e passa bem.

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Publicações Relacionadas

A tarde play
Play

VÍDEO: advogado dá voz de prisão para juíza durante audiência

Play

Vídeo: Homem tenta fugir e fica preso entre grades de cela

Play

Chocante: homem atropela amigo duas vezes e foge! Veja o vídeo

Play

Cervo solto causa confusão em cidade gaúcha e derruba pedestre; VÍDEO

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA