Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > colunistas > LEVI VASCONCELOS
COLUNA

Levi Vasconcelos

Por Levi Vasconcelos

ACERVO DA COLUNA
Publicado Friday, 10 de November de 2023 às 5:40 h | Autor:

Roma, um bolsonarista light em tempo de polarização com ódio

Confira a coluna de Levi Vasconcelos desta sexta-feira, 10

Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
Imagem ilustrativa da imagem Roma, um bolsonarista light em tempo de polarização com ódio
-

João Roma, ex-deputado federal, ex-ministro de Bolsonaro (Cidadania), hoje presidente do PL, o partido do ex-presidente, vem fazendo a diferença num jogo político entre petistas e antipetistas, quase sempre marcado pelo tom raivoso.

Segunda última, no Museu de Arte Moderna, lançamento do Instituto Terra Viva, ele se encontrou com Jerônimo e os dois se cumprimentaram cordialmente. Depois até ressalvou que a civilidade reza assim.

— Podemos ser adversários políticos, termos ponto de vista diferentes, mas somos cidadãos civilizados que, à maneira de cada um, em clima de cordialidade, querem o melhor para a Bahia e para o Brasil.

Na Alba —Ano passado, Roma foi o ponta de lança de Bolsonaro na Bahia, como candidato ao governo. Do embate elegeram-se deputados federais pelo PL a mulher dele, Roberta Roma, e o Capitão Alden, então estadual.

Na Assembleia, quatro estaduais, Leandro de Jesus, Diego Castro, Raimundinho da JR e Vítor Azevedo. Os dois primeiros são bolsonaristas raiz, os outros dois governistas, com a diferença que Raimundinho é estampado e Vítor discreto.

Pergunta a Raimundinho: e como é o seu relacionamento com João Roma?

— O mais cordial possível. Ele sempre me tratou bem, com o maior respeito.

O cenário posto é algo diferente já que no ano passado e começo deste a radicalização com espasmos de violência foi a marca. Eis a questão: estará João Roma inaugurando um novo tempo na centro direita ou fora de tom?

E eis que as emendas do bom viver geraram tititi em Itabuna

As emendas impositivas de deputado, aquela que o governo é obrigado a pagar, foram instituídas no governo Rui Costa, mas a oposição não teve vida fácil. Muitas não foram pagas e Jerônimo resolveu mudar o jogo, pagar todas de todos.

A marca inaugural do novo tempo começou terça, com a distribuição de ambulâncias, muitas fruto de emendas, como a do deputado Pancadinha (SD), prefeiturável em Itabuna, que botou ambulância para lá.

O caso rendeu dois tititis políticos. Num, o prefeito Augusto Castro (PSD), recebeu a ambulância, mas não citou a origem, Pancadinha.

Noutro, criou-se a especulação: estaria Pancadinha mudando para o governo? É quase certo que não. E Pancadinha sinaliza que fica tudo como está:

— Quando o projeto for bom para o povo, votarei a favor.

Nunca aconteceu.

Urandi em dia de luto

Urandi, município de 16 mil habitantes, no sudoeste baiano, já na divisa com Minas, viveu ontem um dia de intensa comoção no sepultamento do vereador Gilmar Pinto (PSD), presidente da Câmara, num acidente na BR-030.

No carro também estavam o prefeito Varlei Souza (PSD) e mais três secretários. A deputada Ivana Bastos (PSD), a quem Gilmar era ligado, diz que a perda ‘é tão lamentável quanto irreparável’.

Zé Neto dita as opções dele para 2024: é tudo ou nada

Ainda surfando na boa repercussão da lei que institui o forró como Manifestação Cultural Nacional, de autoria dele, sancionada por Lula anteontem, o deputado federal Zé Neto, virtual candidato do PT a prefeito de Feira de Santana, esteve ontem na Sufotur (ex-Bahiatursa) para tratar de um projeto: quer realizar na Princesa do Sertão ‘a maior cavalgada de todos os tempos’, algo que vai custar mais de R$ 600 mil.

Admitiu que está com o pé na estrada com fé de vencer, mas fez suas conjecturas:

— Se eu perder, vou cuidar da vida, deixando de lado a ideia de ser prefeito. Mas se eu ganhar, vou botar o time rival para correr.

Zé Neto fará em 2024 a 6ª tentativa de ser prefeito.

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Assine a newsletter e receba conteúdos da coluna O Carrasco