Vitório diz que o governo federal está segurando dinheiro da Bahia

Publicado quarta-feira, 16 de outubro de 2019 às 06:02 h | Atualizado em 16/10/2019, 08:35 | Autor: [email protected]

Manoel Vitório, secretário da Fazenda da Bahia, foi ontem à Comissão de Finanças da Assembleia dar o balanço quadrimestral das contas governamentais.

Pontuou que, apesar da evidente má vontade do governo federal, a Bahia investiu de janeiro a agosto deste ano R$ 1,22 bilhão, superada apenas por São Paulo, que tem um orçamento cinco vezes maior e investiu R$ 2,64 bilhões, mas bem acima do terceiro, o Ceará, que investiu R$ 735,89 milhões.

Isso apesar do boicote federal. Segundo Vitório, o governo de Bolsonaro transferiu de janeiro a agosto deste ano, fruto de acordos, convênios e obras contratadas como o metrô, em torno de R$ 106 milhões, 68,42% a menos que o mesmo período de 2018 ou, em números redondos, R$ 500 milhões, dinheiro do Estado que está retido. E ressalvou:

– E muito do que temos conseguido é por via judicial.

Precatórios — Outro ponto que ele citou, com bastante ênfase, é a enxurrada de precatórios, que fez a dívida do Estado subir para algo em torno de R$ 10 bilhões.

– São causas de 20 e até 30 anos atrás. Imagine vocês que há mais de 30 anos agentes de tributos que não foram chamados entraram na Justiça. Muitos ganharam e assumiram só para se aposentar. Mas uma decisão é absurda. Pede para o Estado pagar todo o período não trabalhado.

Em síntese, Bolsonaro por lá e a Justiça por cá tudo fazem para quebrar a Bahia.

Joaci Dourado espera o cavalo

Duas vezes prefeito de Irecê e ex-deputado estadual, Joaci Dourado, que está em vias de completar 80 anos, circulava ontem na Assembleia quando foi abordado sobre a possibilidade de se candidatar a prefeito ano que vem, já que o ex-prefeito Luizinho Sobral sofreu um revés na Justiça que o deixou praticamente fora do páreo:

– Se passar um bom cavalo, mansinho, e estiver bem seladinho, uma sela macia, eu monto.

A queda de braço no PDT

Carlos Lupi, presidente nacional do PDT, está vindo à Bahia nos próximos dias e vai encontrar o partido dividido sobre a possibilidade da entrada de Leo Prates, hoje secretário da Saúde de ACM Neto.

Com Prates, significa pular para Neto, ideia que conta com a simpatia do deputado federal Alex Santana. Puxando para o lado de Rui Costa estão o também federal Félix Mendonça Jr. e os estaduais Samuel Júnior, Roberto Carlos e Euclides Fernandes.

Novembro é o mês da ponte

O secretário Marcus Cavalcanti (Infraestrutura) disse ontem que o processo licitatório da ponte Salvador-Itaparica termina dia 21 de novembro, último dia para as empresas interessadas encaminharem suas propostas.

Nos seis dias subsequentes, o governo vai avaliar as documentações dos interessados, se está tudo em dia.

– Resolvido isso, teremos a licitação propriamente dita, dia 27 de novembro, na Bovespa.

Alex Lima vai ver o estrago do óleo no litoral norte

Alex Lima (PSB), presidente da Assembleia em exercício – o titular, Nelson Leal (PP), foi  ao Vaticano ver a canonização de Irmã Dulce e só volta sábado –, vai hoje, ao lado do secretário do Meio Ambiente, João Carlos Oliveira, fazer um périplo pelo litoral norte para avaliar o estrago do óleo que emporcalha as praias nordestinas na Bahia.

Diz Alex que no litoral norte baiano desembocam rios como o Inhambupe, o Subaúma e o Itapicuru, e no entorno deles há várias colônias de pescadores que tiram do mar e dos manguezais o seu sustento, todos atônitos:

– Nós vamos avaliar o estrago e ver o que o governo pode fazer para não deixar os nossos pescadores na rua da amargura, criar uma espécie de defeso ou qualquer coisa assim.

REGISTROS

Benchmarking 1

As entidades filantrópicas de saúde da Bahia mostrarão mais  uma vez, este ano, os avanços na gestão  com o IV Benchmarking da Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos da Bahia (Fesfba), dia 29 próximo, no Hotel Mercure (Rio Vermelho).

Benchmarking 2

Este ano, o Benchmarking acontece junto com o IV Fórum de Saúde Bahia  (dia 28), aberto aos representantes da área de saúde em geral (filantrópicos, públicos e privados), que terá como tema Saúde Filantrópica: Superando o Passado e Construindo o Futuro. Em pauta, também, outros temas, como acreditação hospitalar e linhas de crédito para o setor.

Dentro do tom

Sob o título Fora de tom, publicamos ontem que o secretário de Meio Ambiente de Salvador, André Fraga, viajou para Roma a fim de ver a canonização de Irmã Dulce enquanto o óleo estava chegando às praias de Salvador. Erramos. Na real ele viajou para Copenhague, na Dinamarca, na Cúpula dos Prefeitos do C40 (que pagou as despesas). Chegou domingo, mas acompanhou todo o trabalho da Limpurb no caso do óleo.

Publicações relacionadas