Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > colunistas > TEMPO PRESENTE
COLUNA

Tempo Presente

Por Da Redação com Miriam Hermes

ACERVO DA COLUNA
Publicado Tuesday, 08 de August de 2023 às 5:45 h | Autor:

Camaçari bate meta antipoluição

Confira a coluna Tempo Presente desta terça-feira

Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
Casa so+ma, em Camaçari
Casa so+ma, em Camaçari -

Enquanto a humanidade não se entende, nas Nações Unidas, para construção de um plano global visando conter a poluição, ações pontuais são bem-vindas, como a da casa so+ma, em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador.

De janeiro a junho de 2023, a unidade dobrou a arrecadação de resíduos recicláveis em relação ao mesmo período do ano anterior e já planeja novos avanços junto à comunidade para reduzir os problemas ambientais.

O recolhimento de materiais passou de 53,3 toneladas este ano contra as 24 toneladas em 2022, sinalizando também, como hipótese não descartável, se os números refletem um aumento de lixo acumulado.

Uma das protagonistas da arrecadação recorde foi a vendedora Rosana Antunes dos Santos, de 50 anos, ao entregar 1,7 tonelada de produtos recicláveis no primeiro semestre.

– O projeto é muito bom porque ajuda no meu orçamento doméstico, já que troco por alimentos e alguns produtos de limpeza, como detergente. Além disso, também ajuda a natureza, porque não jogo mais essas embalagens no lixo – explica Rosana, moradora do bairro do 2 de julho, em Camaçari.

Além dos resíduos de sua casa, ela recolhe também recicláveis em lojas localizadas na rua onde trabalha vendendo café e chá, entre outras localidades, ajudando, a um só tempo, ao orçamento e ao meio ambiente.

Para Magnólia Borges, gerente de Relações Institucionais da Braskem na Bahia, empresa associada ao projeto, o resultado expressivo no primeiro semestre é um ganho para toda a comunidade de Camaçari.

Acolhimento a migrantes

A Bahia está mais perto de tornar-se o segundo Estado do Nordeste a ter uma lei de migração, depois da realização do I Seminário Estadual de Políticas Migratórias, organizado pela Rede de universidades públicas (Rupem). A iniciativa de organizar um encontro estadual com este relevo partiu da articulação e diálogo do Núcleo de Apoio aos Migrantes e Refugiados (Namir) da Universidade Federal da Bahia. O texto final de sugestões e estratégias de implementação das políticas públicas à população migrante chegará as mãos do governador Jerônimo Rodrigues, após ser debatido em setembro na Assembleia Legislativa.

POUCAS & BOAS

O Conselho e a Conferência Municipal de Cultura é o tema do primeiro ciclo de formação do Conselho Municipal de Cultura de Barreiras, que movimenta hoje o Centro Cultural Rivelino Silva de Carvalho, no Centro Histórico. Com início às 20h, o evento tem como convidado palestrante o representante territorial de cultura, Gelson Fernandes, que coordena a temática no Território Bacia do Rio Grande.

A 8ª edição do Bate Papo Trans (BPT) reúne hoje a assessora na Câmara de Salvador e filiada ao Fórum TT para travestis e transexuais do Estado da Bahia, Tuka Perez, e a comerciante Victoria Beatriz. Ambas vão falar sobre suas trajetórias, com relatos acerca das lutas que enfrentaram por mais políticas públicas, representatividade e empoderamento das mulheres trans e travestis. Com início às 19h, o evento será transmitido pelo Instagram @departamentolgbt, com organização da Secretaria Municipal de Políticas Afirmativas, Direitos Humanos e Promoção da Igualdade Racial (Sepadhir) de Lauro de Freitas, por meio do Departamento LGBT.

Na Chapada Diamantina ainda repercute o Termo de Compromisso e Ajustamento de Conduta assinado na semana passada entre o Ministério Público da Bahia e a prefeitura de Ibicoara. O foco do documento é a regularização dos instrumentos legais para proteção ambiental da unidade de Conservação Parque Natural do Espalhado, onde, entre outros atrativos, está a cachoeira do Buracão. No acordo, o município assumiu o compromisso de reformular a composição do Conselho Gestor da unidade de conservação, em até seis meses.

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Assine a newsletter e receba conteúdos da coluna O Carrasco