adblock ativo

Sudene aprova R$ 251 mi para projetos da Braskem

Publicado quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016 às 22:12 h | Atualizado em 17/02/2016, 22:12 | Autor: Joyce de Sousa
Braskem
Braskem -
adblock ativo

A Braskem vai contar com R$ 251, 2 milhões do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste (FDNE), gerido pela Sudene, para projetos de modernização e melhoria da confiabilidade operacional da Central de Petroquímicos Básicos de Camaçari e para a modernização da produção de vinílicos (PVC e cloro-soda) nas unidades de Marechal Deodoro e Maceió, em Alagoas. Para o primeiro projeto, a Sudene vai liberar R$ 188,2 milhões. O segundo contará com outros R$ 63 milhões.

As resoluções com a liberação dos recursos foram publicadas na edição desta quarta-feira, 17, do Diário Oficial da União. De acordo com a publicação, os encargos financeiros dos empreendimentos são de 9% ao ano, com  participação dos recursos do FDNE limitada a 45% do investimento total a ser realizado pela  empresa.

A Braskem é um dos casos raros de empresas brasileiras que vêm crescendo em meio à crise no país, puxada pelo crescimento de negócios internacionais, compensando a retração interna.

A empresa, que na Bahia responde pela central de matérias-primas do Polo de Camaçari, divulga hoje, em São Paulo,  os detalhes sobre os projetos previstos, assim como os resultados financeiros obtidos em 2015.

No balanço do terceiro trimestre de 2015, por exemplo, a empresa registrou queda de 4% nas vendas no Brasil acumuladas  até o período. Já no comércio externo, também favorecido pelo câmbio, as exportações de resinas   totalizaram 454 mil toneladas, uma alta de 22% e 43% em relação ao segundo trimestre de 2015 e ao mesmo período em 2014, respectivamente.

adblock ativo

Publicações relacionadas