adblock ativo

Desfalcado, Brasil busca taça no Sul-Americano Sub-20 e vaga no Mundial

Publicado quinta-feira, 17 de janeiro de 2019 às 06:15 h | Atualizado em 19/11/2021, 09:31 | Autor: Ciro Campos e Marcio Dolzan | Estadão Conteúdo
adblock ativo

Começa nesta quinta-feira, no Chile, o Campeonato Sul-Americano de Futebol Sub-20, competição que dará quatro vagas ao Mundial da categoria e três para os Jogos Pan-Americanos de Lima. Maior campeão do torneio, com 11 títulos, o Brasil vai para a disputa desfalcado de alguns de seus principais jogadores - eles atuam na Europa e não foram liberados por seus clubes.

A equipe folga nesta primeira rodada e entrará em campo apenas no sábado, diante da Colômbia. A seleção está no Grupo A, que tem ainda Venezuela, Chile e Bolívia. Os três primeiros avançam para a segunda fase.

O elenco tem jogadores com rodagem no elenco profissional dos seus clubes, como o zagueiro Thuler (Flamengo), o volante Luan (São Paulo) e os atacante Papagaio (Palmeiras) e Rodrygo (Santos).

O técnico Carlos Amadeu não poderá contar com pelo menos quatro jogadores que vinham sendo chamados: Vinicius Junior (Real Madrid), Paulinho (Bayer Leverkusen), Matheus Cunha (RB Leipzig) e Mauro Júnior (PSV).

O treinador prefere não polemizar sobre a ausência de alguns de seus principais nomes no Sul-Americano. "É uma realidade, um fato, e temos de nos adaptar a essa nova concepção", disse o técnico ao Estado.

Amadeu destaca que a competição tem sido marcada pelo equilíbrio e até mesmo seleções antes consideradas muito modestas, como a Venezuela, têm conseguido bons resultados. "A partir do momento da globalização, não só o futebol, mas qualquer modalidade esportiva ou qualquer mercado de trabalho, é universal. O mundo ficou pequeno, então cabe à gente se adaptar a essa realidade", considera o técnico.

adblock ativo

Publicações relacionadas