adblock ativo

Eleição no Vitória é convocada para dia 13 de dezembro

Publicado quarta-feira, 29 de novembro de 2017 às 23:06 h | Atualizado em 29/11/2017, 23:11 | Autor: José Cairo*
Sócios e torcedores rubro-negros desejam um 2018 mais empolgante
Sócios e torcedores rubro-negros desejam um 2018 mais empolgante -
adblock ativo

Começou a corrida pela presidência do Vitória. Após a renúncia do ex-presidente Ivã de Almeida, os candidatos começaram a formatar as suas campanhas. Nesta quarta-feira, 29, o clube publicou um edital convocando as próximas eleições para o dia 13 de dezembro, às 8h, no Barradão.

No pleito, será definido apenas o novo presidente da equipe. O vice-presidente deve seguir sendo Agenor Gordilho. O novo mandatário ficará no comando do clube pelos próximos dois anos, até o fim de 2019. A votação será feita apenas por conselheiros do clube.

‘Vitória unido, Vitória forte’ é o lema da pré-candidatura de Manoel Matos ao cargo máximo do Leão. O ex-vice-presidente do clube, de 2015 a 2016, confirmou que disputará a eleição.

O candidato é apoiado por Paulo Carneiro, Adhemar Lemos e Alexi Portela, todos ex-presidentes rubro-negros. “O nosso objetivo é fazer o Vitória voltar a crescer. Os ex-presidentes fizeram o convite. Eu fiquei lisonjeado e aceitei a missão de ser o candidato à presidência do clube”, contou, antes de informar que o que motivou a união dos quatro nomes foi o descontentamento com a situação em que o clube se encontra atualmente.

“A situação é similar à de 2015. Mas muito pior, porque há dois anos era apenas no futebol, hoje o problema é geral”, completou Matos.

Apesar de o edital indicar que a eleição será apenas para presidente, como prevê o Artigo 27 do estatuto, e não para vice, Manoel informou que Lucas Brandão, de 32 anos, será o seu vice-presidente. “Nós entendemos que a eleição apenas para presidente é equivocada. Nós achamos que, quando o conselho deliberativo ouvir nossa argumentação, pode mudar de ideia”, completou.

Ex-diretor de marketing do Vitória, Ricardo David também confirmou a pré-candidatura. Ontem à noite, ele apresentaria seus projetos para o clube na Faculdade Baiana de Direito. Há dois anos preparando seu projeto, David aposta em modernização.

“Como a disputa é apenas para presidente, estou focado no meu projeto. Minhas alianças são muito mais com o projeto do que com pessoas”, disse ao A TARDE.

Projetos

David acredita que a solução é renovar o clube e adiantou alguns dos seus planos caso seja eleito. “Quero requalificar o Barradão. Uma obra que contemple uma cobertura para o estádio e também as cadeiras”, informou.

Além disso, ele também aposta em aproveitar as instalações do clube para trazer o sócio “mais para perto do clube e criar maior identificação”. Para o time, projeta tecnologia nos treinos, que serão filmados desde o da base até o profissional, com investimento na fisiologia para o desenvolvimento físico dos atletas.

Além disso, pensa também em elevar a marca Vitória ao plano internacional e também contratar jogadores de fora do país em início de carreira.

“Não adianta querer contratar um Yayá Touré, temos que procurar esse jogador ainda no seu clube de origem, que é mais barato”, finalizou.

Decisão contra o Fla

O Vitória seguiu nesta quarta com a preparação para o duelo contra o Flamengo, que será no domingo, 3, às 16h, no Barradão. 

O time treinou finalizações e, depois, fez um trabalho em campo reduzido. Nesta quinta, 30, o Rubro-Negro volta ao batente às 15h, na Toca do Leão.

*Sob a supervisão do editor Daniel Dórea

adblock ativo

Publicações relacionadas