adblock ativo

Em caso de título, uso de estrela gera polêmica no Vitória

Publicado quarta-feira, 26 de setembro de 2012 às 13:30 h | Atualizado em 26/09/2012, 16:52 | Autor: Moysés Suzart
Camisa do Vitória com a possível estrela
Camisa do Vitória com a possível estrela -
adblock ativo

No estatuto do Esporte Clube Vitória, o artigo 4º, parágrafo 5º, ilustra a discussão que vai se prolongar até o final da temporada:  "Serão integrados ao símbolo do Clube os marcos relativos às principais conquistas no âmbito desportivo".

O Leão vive um grande momento. Faltando 12 rodadas para o fim de Série B, lidera o certame com 57 pontos e tem 75% de chances, segundo o site Chance de Gol, de levantar o caneco. Isso faz com que o assunto acesso - a primeira meta - ceda espaço a uma polêmica: colocar ou não uma estrela na camisa em caso de título.

O presidente do clube, Alexi Portela, diz que nada foi conversado ainda e que a diretoria só vai se pronunciar depois do caneco assegurado. "Nem parei para pensar nisso. Nosso foco é o título, mas ninguém vai falar sobre estrela no peito agora. Não posso nem dizer se existe possibilidade. É muito cedo para falar disso", disse.

Estrelas sobre os escudos são colocadas para simbolizar grandes feitos do clube, mas seu uso costuma ser bem variado (veja abaixo). O Palmeiras, por exemplo, tirou as estrelas das quatro conquistas da Série A e deixou apenas as oito estrelas dentro do escudo, que representa agosto, mês da fundação. O Corinthians, que até ano passado, antes da conquista de Série A, tinha uma constelação na camisa, representando o Mundial e os Brasileiros, decidiu tirar tudo: ficou apenas com o símbolo.

Nas estrelas do São Paulo, as duas douradas representam os recordes mundiais e olímpicos conquistados pelo saltador Adhemar Ferreira da Silva nas Olimpíadas de 1952 e 55. No estatuto do tricolor paulista, são proibidas estrelas para campeonatos nacionais.

Não há um critério vigente no seu estatuto do Vitória que defina parâmetros a colocação da estrelinha. Pelo contrário. Qualquer conquista importante do clube pode ser representada com o símbolo, incluindo as de outras modalidades, como o remo, outro esporte em que o Vitória possui diversas glórias. O executivo do Vitória pode, inclusive, inserir uma delas sem pedir autorização a ninguém, apenas consultando o conselho, se quiser. Segundo o documento oficial, a estrela não fere o desenho do escudo.

Na Segundona, alguns clubes considerados grandes também homenagearam os títulos da Série B. O Sport e o Atlético-PR, que já ganharam as duas séries, mantém estrelas para seus títulos na Segundona, só que na cor prateada. O Goiás, por sua vez, tem uma, dourada, representando a Série B de 1999.

Galera dividida - Na chance de conquistar seu primeiro nacional, o torcedor do Vitória se divide sobre o tema. No Facebook, num grupo chamado Resenha Rubro-negra, com pouco mais de 200 integrantes, uma enquete foi feita e o resultado foi interessante. Os que são a favor empataram com os contrários a ideia. Entre os que se negam a ver um símbolo da possível conquista, a maioria pensou no rival Bahia, que tem duas estrelas devido a títulos na Série A. Boa parte preferiu evitar gozações.

Para os que são a favor, como Tiago Beléns, o título, além de ser o primeiro nacional do Leão, tem um sabor histórico para todo o Nordeste. "Se campeão, será o primeiro clube nordestino a ser campeão brasileiro na era dos pontos corridos. Mesmo na Série B, nenhum clube da região conseguiu. Como pode ser um título desmerecedor?", indaga o rubro-negro.

Agora é aguardar que o time faça sua parte, que é conquistar o acesso e levantar o caneco. Com ou sem estrela, do título os rubro-negros não abrem mão.

adblock ativo

Publicações relacionadas