adblock ativo

Grêmio e Inter jogam hoje de olho no título

Publicado domingo, 05 de novembro de 2006 às 12:23 h | Atualizado em 05/11/2006, 12:23 | Autor: Agencia Estado
adblock ativo

Grêmio e Internacional se enfrentam hoje, às 16 horas, no Olímpico, num jogo que, além da história de rivalidade, é decisivo para as pretensões dos dois no campeonato. O vice-líder Internacional, com 59 pontos, quer a vitória e torce para o Santos (3º, com 55 pontos) ganhar do líder São Paulo (64 pontos) para entrar de vez na briga pelo título. O quarto colocado Grêmio (55) sonha com o triunfo para manter-se livre de ameaças de Paraná e Vasco (ambos com 50 pontos) na luta por vaga na Taça Libertadores. Discretamente, torce contra o tricolor paulista para continuar com chances, remotas, de título.

O Inter terá como reforço a presença do técnico Abel Braga à beira do campo. Suspenso por ofensas ao árbitro Wagner Tardelli no jogo contra o Corinthians, em 24 de setembro, o treinador ficou por um mês vendo os jogos das tribunas e passando instruções por rádio para o auxiliar Leomir Souza. Abel terá apenas um desfalque: o lateral Hidalgo, suspenso, cede lugar a Rubens Cardoso.

O Grêmio segue com problema semelhante ao que o rival enfrentou até esta semana. O técnico Mano Menezes está suspenso por ofensas ao árbitro Paulo Henrique de Godoy Bezerra no jogo contra o São Caetano, em 14 de outubro, e passará instruções ao auxiliar Sidnei Lobo. O time conta com a volta de Hugo ao meio-campo depois de três jogos de suspensão. Outro meia, Léo Lima, está quase recuperado de contusão e pode ser surpresa no lugar de Ramón. O lateral-esquerdo Bruno Telles volta ao time na vaga de Escalona, suspenso.

Os dois clubes estão preocupados com a violência. No empate sem gols no primeiro turno, um grupo de gremistas queimou banheiros móveis do Beira-Rio, ato que custou ao tricolor a perda do mando de campo por três jogos. Para facilitar o controle dos exaltados, o Grêmio reservou duas salas do Olímpico para a polícia. Uma delas, de 80 metros quadrados, será usada como extensão da 2ª Delegacia para registrar ocorrências. Outra, com 12m, servirá de cela provisória para torcedores que o sistema de segurança e os policiais espalhados pelo estádio flagrarem causando confusão.

adblock ativo

Publicações relacionadas